Caracter vira principal preocupação do Maccabi mesmo após derrota

Após a partida desta sexta-feira, o pivô lamentou o placar adverso na primeira partida, mas disse ter se sentido bem em quadra.

O pouco tempo para se adaptar aos novos companheiros não foi tão sentido. E, mesmo com a derrota por 69 a 66 diante do Maccabi, Derrick Caracter deu trabalho e se tornou uma grande preocupação para o time israelense. Em sua estreia com a camisa do Flamengo, o jogador americano fez um duplo-duplo com 10 pontos e 11 rebotes durante os 22 minutos que atuou. Após a partida desta sexta-feira, o pivô lamentou o placar adverso na primeira partida, mas disse ter se sentido bem em quadra.


- Tentei me ajustar no treinamento. Jogar o tipo de basquete que gosto de fazer. Infelizmente não conseguimos ganhar. Queria ter ajudado ainda mais o time. Mas estava dizendo que é minha primeira competição nesta época do ano. Mas gosto deste tipo de atmosfera de pressão, quando a torcida está apoiando você é muito melhor. Foi bom - disse o jogador.

aso os cariocas devolvam os 69 a 66 do primeiro jogo, a decisão do título sairá na prorrogação. Na hipótese de uma vitória rubro-negra por três pontos, mas por outro placar, o campeão será o time que tiver anotado mais pontos. Assim um triunfo brasileiro por três de diferença com placar superior a 69 a 66 dá a taça ao Flamengo. De 68 a 65 para baixo, o título é do Maccabi Tel Aviv.

O jogo 2 da final da Copa Intercontinental de clubes será no domingo, novamente na Arena da Barra, às 12h, com transmissão ao vivo do SporTV e cobertura em Tempo Real do GloboEsporte.com. Os assinantes do Canal Campeão também podem acompanhar tudo pelo SporTV Play.

Após a partida, o ala Marquinhos demonstrou ao canal SporTV uma insatisfação com a escolha da comissão técnica rubro-negra em relação às entradas do pivô americano do ala-pivô argentino Walter Herrmann. O treinador José Neto, entretanto, discordou e elogiou os novatos do time.

Na coletiva de imprensa realizada após o confronto, o técnico do Maccabi Tel Aviv, Guy Goodes, demonstrou toda a sua preocupação com Derrick Caracter. O israelense afirmou que sua equipe precisa marcar melhor sobretudo os rebotes do americano, a quem enalteceu muito.

- Eu conheço bem Caracter. Jogou em Israel, sabemos como ele é. O quanto é difícil jogar contra ele. Temos que fazer um trabalho melhor. Tirar de perto do garrafão. Fez um estrago ali com seus rebotes ofensivos. Ele é um fera ali dentro. Temos que tirá-lo do rebote. Definitivamente, temos que fazer um trabalho melhor com ele - disse, de forma enfática, o técnico israelense.

Derrick foi draftado pelo Los Angeles Lakers em 2010 como 58ª opção, mas nunca se firmou. Depois de frequentar a D-League, liga de desenvolvimento da NBA, o atleta rodou pelo mundo. Tem passagens pelo basquete de Porto Rico, de Israel e da Lituânia. Seu último clube foi o Idaho Stampede da D-League.

Clique e curta o Portal Meio Norte no Facebook

Fonte: Globo esporte