Com 2.635 jogos consecutivos, árbitro da NBA encerra carreira aos 74 anos

Com 2.635 jogos consecutivos, árbitro da NBA encerra carreira aos 74 anos

Com um recorde de 2.635 jogos consecutivos apitados na temporada regular e 270 participações em partidas de playoffs, incluindo 27 só de finais, o árbitro mais velho em atividade na NBA finalmente vai descansar. Após 39 temporadas de serviços prestados à liga americana de basquete, Dick Bavetta, que estreou em 1975, no clássico entre o New York Knicks e o Boston Celtics, em pleno Madison Square Garden, em Nova York, sua cidade natal, decidiu pendurar o apito e vai aposentar das quadras aos 74 anos.

O anúncio feito nesta terça-feira por Rod Thorn, presidente de operações da NBA. - A dedicação e o comprometimento de Dick serviram de inspiração para todos os árbitros da NBA. Somos gratos a ele por sua contribuição para nossa liga e desejamos que ele aproveite da melhor maneira possível sua aposentadoria merecida - agradeceu Thorn, em nome da NBA.

Com três participações no All-Star Game (Jogos das Estrelas), em 1989, 1995 e 2006, Dick Bavetta entrou para a história como primeiro árbitro da NBA "convocado" para apitar as Olimpíadas. A estreia foi em 1992, nos Jogos de Barcelona, palco em que o original Dream Team, liderado por Michael Jordan, Magic Johnson e Larry Byrd, conquistou a medalha de ouro mais certa dos Estados Unidos em solo espanhol. - Me sinto muito orgulhoso de nunca ter perdido um jogo sequer ao longo de toda a minha carreira, seja de exibição, da temporada regular ou dos playoffs da NBA.

Realmente foi uma grande jornada. Em meu nome e de toda família Bavetta, eu gostaria de agradecer a NBA e a Associação de Árbitros da Liga Americana de Basquete por ter tido a honra e o privilégio de representá-los por 39 maravilhosos anos - disse Bavetta, que antes de ingressar na NBA apitou por nove anos na CBA, uma espécie de liga de acesso, assim como em torneios da FIBA. Seus grandes feitos, porém, não ficaram restritos às quadras de basquete.

Ao longo de sua carreira, Bavetta participou ativamente de muitas obras de caridade. Em 1986, ele criou o "A Bolsa Bavetta", um programa bancado financeiramente pelo próprio, no qual eram oferecidas bolsas de estudo às crianças carentes do ensino médio. Bavetta também é voluntário desde 1992 do "Double H-Hole", no Rancho Woods, uma organização de caridades que fica em Nova York e que atende crianças com doenças fatais, além de ajudar uma fundação com crianças com diabetes.

Fonte: Globo Esporte