Com apenas 14 anos e 1,86m, 'menina gigante', sonha em jogar um mundial

Com apenas 14 anos e 1,86m, 'menina gigante', sonha em jogar um mundial

Daniela Seibt, uma jovem de Santa Catarina tem sonhos diferentes das outras garotas de sua idade. Com apenas 14 anos e 1,86m a 'menina gigante' que faz parte do time de basquete na sua escola, tem um sonho de jogar um mundial e conhecer sua grande ídola.

Com a central fulminante, as meninas da cidade de 10 mil habitantes, próximo da fronteira com a Argentina, esperam ir mais longe. Fã de Thaísa, da seleção feminina de vôlei, Daniela pratica a modalidade há pouco mais de um ano, e se destacou também no bloqueio. Sonhadora, ela quer seguir os passos da gigante de José Roberto Guimarães.- Sou fã da Thaísa (central da seleção brasileira feminina de vôlei). Eu era goleira de futsal. O Evelton me procurou e disse que eu tinha altura de jogadora de vôlei. Troquei de escola, comecei a treinar e quero disputar uma Superliga no futuro - frisa Daniela.

Morando no distrito de Guaraciaba, a menina passou a se hospedar na casa de familiares para treinar e estudar na nova escola. O esforço vale a pena. - Só vou para a casa dos meus pais nos finais de semana. A minha rotina é bem puxada, mas vale a pena. Eu passo mais tempo na escola estudando e treinando do que em casa - explica Daniela.O time de Guaraciaba está pela segunda vez consecutiva nos Jogos Escolares. No ano passado, em Natal (RN), a equipe do técnico Evelton ficou com o bronze.

Tradicional por ter muitos praticantes de vôlei, o professor explica porque a cidade catarinense é referência estadual no esporte.- Na nossa cidade, conseguimos enraizar a prática esportiva com o vôlei, com incentivo das escolas e do município. Todo ano, temos aproximadamente 250 pessoas treinando, desde a categoria iniciante, de 12 anos, até a master, acima de 30 anos - diz o técnico.

Clique aqui e curta o Portal Meio Norte no Facebook

Fonte: Globo Esporte