Bayern goleia e deixa Hamburgo a um passo do rebaixamento no Alemão

O Hamburgo é o único clube alemão que jamais disputou divisões nacionais inferiores.

Na primeira partida após a dolorosa eliminação para o Real Madrid na semifinal da Liga dos Campeões ao perder em casa por 4 a 0, o Bayern de Munique entrou em campo neste sábado pelo Campeonato Alemão com quase todos os titulares. Quem acabou prejudicado foi o Hamburgo, que perdeu em casa para os bávaros - já campeões - por 4 a 1 e viu sua situação na competição ficar ainda mais desesperadora.

Com o resultado negativo na penúltima rodada, o Hamburgo só poderá matematicamente alcançar a 16ª posição, que obriga o clube a disputar uma repescagem contra o terceiro melhor da segunda divisão alemã valendo a permanência na elite germânica. No entanto, o time ainda brigará contra o rebaixamento direto na última rodada ao lado de Nuremberg e Braunschweig.

Passando por grave crise, o Hamburgo é o único clube alemão que jamais disputou divisões nacionais inferiores. Além da ameaça com os maus resultados em campo, a equipe ainda corre risco de ser punida com o descenso devido ao descontrole financeiro da instituição.

Aproveitando para fazer experiências, Guardiola escalou o Bayern sem Franck Ribery, principal estrela da equipe e um dos mais criticados após a derrota para o Real no meio da semana, dando chance a Thomas Muller na posição. Também barrado, o croata Mario Mandzukic deu lugar a Mario Gotze, que atuou como falso centroavante e foi o grande destaque da partida.

Com uma objetiva tabela com Robben, Gotze invadiu a área do Hamburgo aos 32min para abrir o placar para a equipe visitante. A partir de então, o Hamburgo mostrou raça e tentou reverter a vantagem, obrigando Neuer a fazer uma grande defesa no primeiro tempo, mas não teve forças para chegar ao empate. No segundo tempo, ainda levou o segundo gol, mais uma vez com Gotze, que aproveitou uma jogada ensaiada em um escanteio para finalizar.

Brilhando em campo, Gotze completou seu show individual aos 24min, aproveitando um rebote sozinho, dentro da área do Hamburgo. O time da casa ainda conseguiu o gol de honra com Calhanoglu dois minutos depois, com um chutaço de longa distância. Claudio Pizarro, que entrou no segundo tempo, fechou o placar aos 34min, ao marcar para o Bayern, que ainda teve Boateng expulso no fim do jogo.

Borussia vence

Jogando para cumprir tabela, assim como o Bayern, o Borussia Dortmund não economizou futebol diante do Hoffenheim e venceu em casa por 3 a 2. Piszczek, Grosskreutz e Mkhitaryan marcaram os gols do aurinegro, enquanto Roberto Firmino e Sule descontaram para os visitantes. Já classificada para a Liga dos Campeões, a equipe também já tinha garantido o vice-campeonato do Alemão.

Fonte: Terra, www.terra.com.br