Berlusconi diz que Milan está de "braços abertos" para Kaká

Chefão do Milan afirma que acha difícil a contratação de Hamsik e não considera Leonardo um traidor

No que depender de Silvio Berlusconi, dono do Milan e primeiro-ministro da Itália, Kaká voltará ao clube na próxima temporada. O chefão rossonero abriu as portas para o brasileiro, que trocou Milão por Madri em 2009 em uma transferência de ? 65 milhões. Nas últimas semanas, a imprensa europeia vem especulando que o Real poderia emprestar ou, até mesmo, vender o camisa 8.

- Kaká é um homem extraordinário e estamos prontos para recebê-lo de volta com os braços abertos se ele quiser retornar ao Milan - afirmou o premier italiano em entrevista à rádio italiana Kiss Kiss.



Na entrevista, Berlusconi também falou que acha difícil a contratação do eslovaco Hamsik junto ao Napoli e parabenizou o técnico Massimiliano Allegri pela conquista do título italiano no último final de semana.

"Leonardo não é traidor"

Sobre o polêmico assunto que vem repercutindo muito na Itália, as ofensas dos jogadores do Milan ao treinador brasileiro Leonardo, do Inter de Milão, Berlusconi explicou não concordar com aqueles que consideram Leo um traidor do clube rossonero.

- Não penso mal do Leo. Ele representou muito bem nossas cores e merece ser bem tratado. Ele aceitou uma boa oferta para a sua carreira e não o vejo como um traidor - completou.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com