Bernardinho chora após perder para EUA

Técnico não resiste ao ver imagens da reação do time após a derrota em Pequim

Bernardinho chorou em p?blico pela primeira vez na vida neste domingo em Pequim. Em visita ao est?dio da Rede Globo, ele deixou a emo??o transbordar durante uma entrevista ao rep?rter Pedro Bassan.

O treinador come?ou a se emocionar ao ver imagens de Bruninho chorando ao fim da decis?o contra os Estados Unidos. Quando o filho disse que chorou por n?o ter conseguido a medalha de ouro e falou dos exemplos de supera??o do time, o pai come?ou a chorar.

- Foi muita luta, mas foi uma jornada incr?vel. Quando voc? v? o filho chorando, fica dif?cil. Ou quando percebe outro jogador que pode estar sentindo culpa pela derrota. Tenho orgulho e honra de ter convivido com eles - disse o treinador.

Para Bernardinho, ver o filho chorando ap?s a derrota para os Estados Unidos neste domingo foi mais dif?cil do que perder o ouro em 1984, quando o Brasil tamb?m perdeu para os americanos na final ol?mpica. Na ?poca, o t?cnico era levantador reserva da equipe.

- ? sempre mais f?cil lidar com a pr?pria dor. E n?o tem como eu ir ali e abra?ar como pai. Mas tenho orgulho dele por tudo o que ele fez. Espero que ele se torne o l?der desta futura gera??o. Ele tem personalidade e talento para isso.

Boa parte do elenco chorou junto com o treinador. Andr? Nascimento solu?ava e o levantador Marcelinho virou alvo de piadas do grupo por ter acabado com uma caixa de len?os de papel.

- Nunca tinha visto. A emo??o foi muito forte por tudo. N?o s? pela derrota, mas pelo ciclo que acaba. Mas est? todo mundo de parab?ns pela coragem e pela determina??o. Gostaria de dar uma medalha diferente pra ele, amanh? ele faz anivers?rio. Quem chorou n?o foi o meu pai. Foi o pai de todos. Nos ?ltimos anos, ele passou muito mais tempo com eles do que comigo e se tornou pai ou irm?o mais velho de muitos - disse Bruninho.

Fonte: Globo Esporte