Bicampeã da Eurocopa, Espanha será pedra no sapato do Brasil em 2014

A Espanha comprovou sua hegemonia no futebol mundial ao conquistar a Eurocopa com uma goleada.

A Copa do Mundo de 2014 é uma verdadeira obsessão para a seleção brasileira, mas conquistar a taça pela sexta vez será uma tarefa árdua. Campeã da Eurocopa 2012, a Espanha reforçou seu status de ?futebol da moda? e surge como o pesadelo da equipe nacional em busca do título.



A Espanha comprovou sua hegemonia no futebol mundial ao conquistar a Eurocopa neste domingo com uma goleada por 4 a 0 sobre a Itália, em Kiev, na Ucrânia. Atual campeã do mundo, a equipe segue fazendo história e quebrando recordes.

Se tornou a única seleção a conquistar duas edições consecutivas do torneio continental após levantar a taça também em 2008, na Áustria e Suíça, e ainda seguida de uma Copa do Mundo - a de 2010, na África do Sul.

O país é agora o maior detentor de títulos da competição ao lado da Alemanha com três troféus. Além disso, estabeleceu a maior goleada em uma decisão da Euro.

Apesar das críticas que enfrentou durante sua campanha por não conseguir vitórias expressivas, a Espanha se redimiu e encantou na final. Hoje, é conhecida por dar espetáculo e pela habilidade que tanto marcou o futebol brasileiro nas décadas passadas.

Os títulos e os recordes já colocam o time ibérico como o favorito para a próxima Copa do Mundo. O técnico Vicente del Bosque resumiu o sentimento de dever cumprido e mira novas metas. A principal é o Mundial do Brasil.

?Estamos muito contentes. Isso é ótimo para o futebol espanhol. Fizemos algo histórico e agora temos que pensar mais adiante no Mundial do Brasil de 2014?, disse.

Uma das principais estrelas do time, o meia Xavi foi decisivo contra a Itália. Ele ainda não sabe se terá condições de disputar mais uma Copa, mas espera estar no Brasil em 2014 quando terá completado 34 anos.

?Se eu puder, estarei lá?, disse o jogador do Barcelona que falou ainda sobre o feito de seu time. "Estamos estabelecendo um nível muito alto. Isso faz com que as pessoas esperem cada vez mais de nós, que sempre nos obriguem a vencer. É difícil, mas também um bom desafio", finalizou.

Fonte: UOL