Bola de Ouro para Cristiano Ronaldo vira "questão de Estado" em Portugal

um grupo de portugueses espalhou mensagens de apoio ao jogador na cidade

Os portugueses aguardam ansiosos a escolha do melhor jogador do mundo, na próxima segunda-feira. Para mostrar apoio a Cristiano Ronaldo, um dos finalistas da Bola de Ouro, várias iniciativas foram tomadas pela população portuguesa, dirigentes de federações e até políticos que defendem a concessão do prêmio de melhor atleta ao capitão da seleção nacional.

Para mostrar todo o amor por Cristiano Ronaldo, um grupo de portugueses espalhou mensagens de apoio ao jogador na cidade Barcelona, reduto de um de seus maiores concorrentes, Lionel Messi. Foram grafitados diversos recados, como "Deus está nas pequenas coisas, Cristiano Ronaldo está em todos os grandes momentos", "Deu perdoa, Ronaldo não" e também "Deus é grande, Ronaldo vai além".


Por má gestão, Brasil tem 107 prefeitos cassados em 2013

As mensagens de apoio foram espalhadas em pontos turísticos de grande importância da cidade de Barcelona, como o estádio Camp Nou, no Parc Güell e também em La Pedrera. O movimento, chamado de "Vote CR7" surgiu em dezembro.

O movimento também fez vídeos, que recordam quando o presidente da Fifa, Joseph Blatter, imitou os gestos de Cristiano Ronaldo, comparando o astro português a um comandante, ironizando também seus gastos com cabeleireiro. Blatter também deixou pública sua preferência por Lionel Messi.

A "provocação" do presidente da Fifa causou indignação entre os portugueses e também na torcida do Real Madrid, que passaram a praticar atos em defesa de Cristiano Ronaldo. A grande atuação do português contra a Suécia, garantindo a vaga de sua seleção na Copa de 2014, aumentou ainda mais a proporção dos movimentos.

Outras manifestações e atos de apoio foram dados por políticos. Cristiano Ronaldo será condecorado com a Ordem do Infante D. Henrique, uma das maiores distinções concedidas em Portugal, devido ao seu destaque mundial.

Cristiano Ronaldo busca sua segunda Bola de Ouro, ele já a conquistou em 2008. Messi busca seu quinto título enquanto Ribéry tenta o prêmio inédito. A cerimônia de gala será realizada na próxima segunda, na Suíça.

Fonte: UOL esporte