Bolt volta a ser campeão, vence por 1 centésimo e é tri nos 100m

Não teve margem, não teve folga nem recorde.

Não chegar como favorito era uma novidade para Usain Bolt. Por mais que tivesse a torcida a favor, por mais que tivesse o mais vitorioso histórico de um velocista, os números não mentiam. Desta vez, Justin Gatlin estava mais rápido, estava sobrando nas provas. Mas lendas não surgem à toa, não se sustentam em vão. No Ninho do Pássaro, palco em que há sete anos se firmou como o homem mais rápido do planeta, o jamaicano voou como nunca.

Não teve margem, não teve folga nem recorde, mas teve a certeza de que ainda é o cara a ser batido. Com 9s79, Usain Bolt deixou o americano, as dúvidas e desconfianças para trás e sagrou-se tricampeão mundial dos 100m. Estampou um sorriso que refletia um alívio descomunal, do tamanho de sua grandiosidade nas pistas de atletismo.

Image title

O resultado da noite deste domingo (horário da China) mostra como Bolt cresce nos momentos decisivos, nas grandes competições. Até esta final, o Raio havia acumulado tropeços. Literalmente. Se ao longo do ano somou resultados fracos e só baixou da casa dos 10s na etapa de Londres da Diamond League, nas semifinais deste domingo o jamaicano quase caiu. Atrapalhou-se logo após a largada e precisou fazer uma prova impressionante de recuperação na mais forte das baterias classificatórias. Incrivelmente, fez 9s96 e avançou à final com a melhor marca da tomada de tempo.

O astro jamaicano ainda volta a voar nas pistas do Mundial de Pequim ao longo da semana. Ele disputa a prova dos 200m e o revezamento 4x100m. Bolt volta a correr nas eliminatórias de terça-feira.


Confira a classificação final da prova dos 100m: 


1- Usain Bolt (JAM) - 9s79


2- Justin Gatlin (EUA) - 9s80


3 - Treyvon Bromell (EUA) - 9s92


4-    Andre De Grasse (CAN) - 9s92


5 - Mike Rodgers (EUA) - 9s94


6 - Tyson Gay (EUA) - 10s


7 - Asafa Powell (JAM) - 10s


8 - Jimmy Vicaut (FRA) - 10s


9 - Bingtian Su (CHN) - 10s06

Image title



Fonte: Com informações do Globoesporte