Bonnar, sobre luta com Spider: Não tenho que me envergonhar

Bonnar, sobre luta com Spider: Não tenho que me envergonhar

Americano, derrotado no fim do primeiro round no último sábado, enaltece as qualidades do brasileiro: "Nunca recebi uma joelhada assim"

Para muitos especialistas e fãs que acompanharam o UFC Rio III, Stephan Bonnar estava vencendo o primeiro round diante de Anderson Silva até receber uma joelhada avassaladora no peito e cair quase nocauteado. O Spider aproveitou o momento para desferir socos com o rival caído e garantir a vitória por nocaute técnico depois da interrupção do árbitro. Ciente de que enfrentou um dos melhores lutadores de todos os tempos no MMA, Bonnar gostou de sua apresentação, mesmo reconhecendo que não conseguiu dar o seu melhor.

- Eu definitivamente estou feliz. Estou tão agradecido por eles (dirigentes do UFC) terem me dado essa luta. Estou feliz, não tenho nada do que me envergonhar. Lutei com o Anderson, segui meu plano de jogo e fiz o que tinha que fazer. Isso é MMA. Um pequeno erro, uma pequena abertura, é tudo o que é preciso. Ele conseguiu uma joelhada perfeita em um momento perfeito - disse o americano ao site "MMA Fighting".

Em boa parte da luta, Stephan Bonnar cercou Anderson Silva na grade e teve o controle do duelo. Em outros momentos, o Spider preferiu ficar acuado, como se quisesse apenas se esquivar e contra-atacar. Restando 31 segundos para o fim do primeiro período, Anderson aproveitou uma chance e derrubou o rival. Bonnar se levantou, foi empurrado contra a tela e, na volta, recebeu a joelhada que decretou o resultado com combate.

- Nunca recebi uma joelhada assim. Eu não conseguia respirar, não podia me mover. Fiquei aleijado, esperando o meu corpo ser capaz de obter um pouco de ar. Parecia uma eternidade, e enfim o árbitro parou. Mas quando assisti à luta, era como: "Uau, isso foi muito rápido". A forma como ele colocou o joelho no tempo certo, toda a configuração e a transição... Sim, há uma parte de mim que o respeita muito - disse o finalista do TUF 1.

Após a luta contra Anderson Silva, as especulações sobre uma possível aposentadoria de Stephan Bonnar recomeçaram. Entretanto, seu nome está sendo colocado por parte da imprensa americana como o provável substituto de Chael Sonnen no coevento principal do UFC 155, contra Forrest Griffin, naquela que seria a revanche da final do primeiro TUF nos EUA.

Fonte: Sportv