Borges perde pênalti, Cruzeiro empata com Internacional; 0 a 0

Centroavante reclamou quando a primeira penalidade foi anulada

O Cruzeiro entrou em campo pressionado neste sábado, no Estádio Melão, em Varginha (MG), para tentar quebrar o jejum de vitórias, mas acabou só ampliando a fase ruim. Com um pênalti perdido por Borges, o time mineiro não saiu do 0 a 0 com o Internacional e agora já está há seis jogos sem vencer no Campeonato Brasileiro. A igualdade também não agradou ao time gaúcho, que precisava dos três pontos para não dar espaço aos rivais na briga pelo G4.


Borges perde pênalti, Cruzeiro empata com Internacional

O resultado, além de deixar o técnico Celso Roth em situação complicada, também mantém o Cruzeiro longe da disputa por uma vaga na Copa Libertadores. A equipe celeste agora tem 36 pontos, 11 a menos que o quarto colocado Vasco, que venceu o Figueirense por 3 a 1 neste sábado. Já o Inter ainda tem boas condições de buscar o G4, com 41 pontos, mas também queria a vitória para não se distanciar dos primeiros colocados.

Em um jogo truncado no interior mineiro, o lance que acabou definindo o empate sem gols veio logo no início. A penalidade foi marcada aos 10min, quando o árbitro Paulo César Oliveira viu falta de Nei em Borges, em lance contestado pelo Inter. Na cobrança da penalidade, Borges primeiro converteu, batendo no ângulo. O juiz, porém, acusou invasão dos jogadores celestes na área e mandou repetir a batida, na qual o centroavante mandou por cima do travessão na segunda tentativa.

A partida seguiu sem grandes emoções no restante do primeiro tempo. O Cruzeiro, apesar de ter dificuldades para criar chances reais de gol, era melhor que o Inter, já que o time gaúcho sentia falta de D¿Alessandro, cortado de última hora por lesão. Sem o argentino, a equipe do técnico Fernandão pegava na ligação entre o meio de campo e o ataque.

Jogando em Varginha por causa de uma punição por incidentes no clássico contra o Atlético-MG, ainda pelo primeiro turno, o Cruzeiro teve sua melhor chance de gol com bola rolando no primeiro tempo em um chute de longe de Montillo, aos 28min. Muriel, porém, fez boa defesa e evitou a abertura do placar.

Na etapa final de jogo, o Inter melhorou e chegou mais perto do gol com Leandro Damião, que parou em Fábio, enquanto Forlán pouco fez no ataque colorado. Mas a oportunidade mais clara do segundo tempo foi do Cruzeiro, e novamente com Borges, que cabeceou para fora um cruzamento de Diego Renan, aos 32min.

Pela próxima rodada do Brasileiro, o Cruzeiro tem um confronto complicado, contra o Grêmio, no Olímpico, no dia 6, às 18h30 (de Brasília). O Inter também joga fora de casa, diante do Santos, na Vila Belmiro, no mesmo dia, mas às 16h20.

Fonte: Terra, www.terra.com.br