Borussia goleia Bayern de Munique por 5 a 2 e conquista o título da Copa da Alemanha

Borussia goleia Bayern de Munique por 5 a 2 e conquista o título da Copa da Alemanha

A vitória na decisão do Borussia Dortmund quebrou uma marca de quatro anos sem uma equipe conquistar os dois títulos mais importantes do país

O Borussia Dortmund não tomou conhecimento do Bayern de Munique na tarde deste sábado e conquistou a Copa da Alemanha. Sem dar chance aos rivais, o time goleou por 5 a 2, com gols de Kagawa, Hummels (de pênalti) e Lewandowski (três vezes). Robben e Ribéry marcaram para os bávaros. O resultado garantiu pela primeira vez na história da equipe comandada por Jürgen Klopp a dobradinha na Alemanha - título do torneio nacional e da Bundesliga.

Na etapa inicial, o Borussia marcou logo três vezes. O japonês Kagawa, um dos destaques da partida abriu o marcador. O holandês Robben, de pênalti, deixou tudo igual. A partir daí, o time de Dortmund não deu moleza aos bávaros. Hummels, também em cobrança de pênalti, e Lewandowski deixaram a equipe de Dortmund casa mais sossegada na ida para o vestiário. O placar de 3 a 1 deu mais tranquilidade ao time.

Nas tribunas, um convidado especial observava com atenção os passos de Kagawa. O técnico do Manchester United, Alex Ferguson, fez questão de assistir ao duelo na Alemanha para analisar o japonês, que deve ser um dos reforços dos Diabos Vermelhos para a próxima temporada. O próprio atleta confirmou a informação.

Na volta para o segundo tempo, Lewandowski fez o quarto e deu uma ducha de água fria nos rivais. Com o tento, o time de Dortmund passou a tocar a bola. Enquanto o Borussia cozinhava o jogo para garantir o resultado, os bávaros passaram a pressionar para diminuir a diferença. Faltando 15 minutos para o fim, Ribéry fez um golaço em chute colocado de fora da área.

No entanto, aos 36, após falha do goleiro Manuel Neuer, Lewandowski, o nome do jogo deste sábado, fez mais um e fechou o caixão do Bayern de Munique, que vai decidir no dia 19 de maio a Liga dos Campeões. Diante do Chelsea, essa será a última oportunidade dos bávaros de levantar um caneco na atual temporada.



Fonte: Terra