‘Quem não tem estádio que se vire’, diz Bota sobre o Engenhão

‘Quem não tem estádio que se vire’, diz Bota sobre o Engenhão

O bom momento vivido pelos times cariocas no Campeonato Brasileiro criou um problema difícil de ser solucionado

O bom momento vivido pelos times cariocas no Campeonato Brasileiro criou um problema difícil de ser solucionado. Com grande possibilidade de Botafogo, Flamengo, Fluminense e Vasco terem ainda chances de conquistar o título ou vagas na Libertadores do ano que vem na última rodada, há a necessidade de ter dois estádios na cidade que comportem grandes jogos, já que o Glorioso enfrenta o Tricolor, e o Gigante da Colina encara o Rubro-Negro. O problema é que só há o Engenhão, uma vez que o Maracanã está em obras para a Copa do Mundo de 2014, e São Januário não tem autorização para receber jogos decisivos.

Entretanto, segundo o presidente do Botafogo, Maurício Assumpção, os torcedores de seu clube não têm com o que se preocupar. O mandatário alvinegro garante que o seu time só não vai jogar em casa se não estiver disputando alguma coisa no campeonato.

- O Botafogo faz questão de dizer que está em sintonia com a Federação (de Futebol do Estado do Rio de Janeiro) e que tem certeza que vai jogar em seu estádio. Qualquer informação diferente disso é apenas para tentar criar caso. Em condições normais, o Botafogo vai jogar no Engenhão. Quem não tem estádio que se vire.

O Botafogo tem ótimo retrospecto no Brasileiro atuando em seu estádio. O time ainda não foi derrotado. Em 15 jogos, acumula onze vitórias e quatro empates.

- O Engenhão é a casa do Botafogo. Vamos jogar a última rodada lá, sem dúvida ? garantiu Maurício.

Por decisão da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), a última rodada do Campeonato Brasileiro será recheada de clássicos. A medida visa a evitar que equipes sem nada a disputar entrem desmotivadas contra outras que ainda almejam algo na competição, principalmente se enfrentarem um adversário direto de um de seus rivais no estado.

Fonte: Globo Esporte