Botafogo bate Fluminense por 1 a 0 em Volta Redonda, conquista Taça Rio e é campeão carioca

Botafogo bate Fluminense por 1 a 0 em Volta Redonda, conquista Taça Rio e é campeão carioca

O time de Oswaldo de Oliveira marcou com Rafael Marques, em partida tensa, para ficar com o título.



O Botafogo confirmou, neste domingo, o status de melhor time do Campeonato Carioca. Depois de conquistar a Taça Guanabara, primeiro turno da competição, o time bateu o Fluminense por 1 a 0 em partida disputada em Volta Redonda para ficar também com a Taça Rio, se sagrando campeão estadual sem a necessidade de disputar as finais.

O time de Oswaldo de Oliveira marcou com Rafael Marques, em partida tensa, para ficar com o título. Desta forma, o time elimina a chance de o Fluminense brigar pelo bicampeonato e volta a se sagrar campeão carioca após três anos ? o último título foi conquistado em 2010. É a primeira conquista de Seedorf no futebol brasileiro.



O Fluminense volta a campo na próxima quarta-feira, quando encara o Emelec em casa, em local a ser definido, às 22h (de Brasília). Por ter perdido por 2 a 1 fora de casa, o time se classifica com vitória simples. Já o Botafogo só entra em campo novamente em 15 de maio, pela Copa do Brasil, contra o CRB. No jogo de ida, os times empataram por 0 a 0.

A partida em Volta Redonda começou com muita tensão entre os atletas. Leandro Euzébio se desentendeu com Marcelo Mattos, que levou um puxão pelo pescoço dado por Thiago Neves. Depois, Wellington Nem se enroscou com o botafoguense e acertou seu rosto. Tanta tensão, embora não tenha gerado expulsões, deixou o jogo travado, com poucas chances claras de gol.



O Botafogo balançou as redes aos 28min, com passe de Lodeiro para Rafael Marques. Em lance duvidoso, a arbitragem anulou a jogada. Em jogada muito parecida, o gol válido saiu: aos 41min, Lucas pegou rebote e chutou forte; Dória desviou e Rafael Marques ficou cara a cara para tocar na saída de Diego Cavalieri, abrindo o placar.



De volta para o segundo tempo, o time alvinegro fez mais um, com Bolívar, de cabeça, mas novamente a arbitragem marcou impedimento no lance. Sem poder de reação, o Fluminense manteve o confronto truncado, enquanto o Botafogo administrou o placar. A partir dos 30min, a torcida alvinegra já gritava ?olé?.

Aos 33min, Digão puxou Bolívar dentro da área. Na sequência do lance, Dória completou para as redes, mas o árbitro anotou pênalti. Seedorf foi para a cobrança, mas mandou a bola no travessão. Para ser campeão, o Fluminense teria de marcar dois gols. As tentativas de reação nos minutos finais foram infrutíferas, enquanto a torcida do Botafogo já comemora o título.



Ficha técnica

BOTAFOGO 1 x 0 FLUMINENSE

Gols

BOTAFOGO:

Rafael Marques, aos 40min do primeiro tempo

BOTAFOGO: Jéfferson; Lucas, Bolívar, Dória e Júlio César (Lima); Marcelo Mattos, Gabriel, Fellype Gabriel, Seedorf (Lucas Zen) e Lodeiro; Rafael Marques (Vitinho)

Técnico: Oswaldo de Oliveira

FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Bruno, Digão, Leandro Euzébio e Carlinhos; Edinho (Felipe), Jean, Thiago Neves e Wagner; Wellington Nem (Michael) e Rhayner (Samuel)

Técnico: Abel Braga

Cartões amarelos

BOTAFOGO: Gabriel e Marcelo Mattos

FLUMINENSE: Edinho, Leandro Euzébio, Thiago Neves e Wellington Nem

Árbitro

Marcelo de Lima Henrique (RJ)

Local

Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ)



Fonte: Terra