Botafogo bate o Vasco e conquista Taça Guanabara

O segundo tempo continuou com forte pressão do Botafogo, soberano no campo vascaíno.



O Botafogo foi premiado pela insistência ofensiva neste domingo e, com um gol aos 34min do segundo tempo, venceu o Vasco da Gama por 1 a 0 e conquistou o título da Taça Guanabara. Diante de um adversário que atuou recuado durante boa parte do confronto, defendendo a vantagem do empate, o time de General Severiano viu o lateral direito Lucas fazer um belo gol para confirmar presença na final do Campeonato Carioca.

O primeiro tempo terminou sem gols no Engenhão. A melhor oportunidade foi do Vasco, que logo aos 8min viu Éder Luís avançar pela direita e cruzar rasteiro na pequena área. Carlos Alberto apareceu livre, mas finalizou de esquerda para fora do gol de Jefferson.

Podendo jogar pelo empate para se sagrar campeão da Guanabara, o time de São Januário acabou se limitando a defender e tentar explorar os contra-ataques. Desta forma, o Botafogo comandou as ações ofensivas nos 45 minutos iniciais, mas só conseguiu levar perigo a Alessandro nas bolas paradas do holandês Seedorf e do uruguaio Lodeiro.

O segundo tempo continuou com forte pressão do Botafogo, soberano no campo vascaíno. Ainda assim, o goleiro Alessandro fazia boas intervenções para manter o placar no zero e defender o empate favorável ao time cruz-maltino. Um lance que chamou a atenção, porém, foi aos 24min, quando Carlos Alberto demorou para fazer o passe, Bernardo reclamou e os dois colegas de equipe discutiram acintosamente no gramado, sendo separados por Wendel.

Com a bola nos pés, porém, era o Botafogo quem dava sinais de nervosismo na metade final da segunda etapa e tinha dificuldades para articular as jogadas ofensivas. Desta forma, o Vasco passou a crescer no campo de ataque e quase abriu o placar aos 30min, quando Carlos Alberto bateu de voleio na área e obrigou Jefferson a fazer uma bela defesa.

No entanto, o Botafogo conseguiu o gol do título aos 34min do segundo tempo. Seedorf tocou de calcanhar para Julio Cesar, que disparou pela esquerda e levantou na área; Bolívar dominou e ajeitou para trás. Da entrada da área, Lucas bateu rasteiro, colocado, tirando do alcance de Alessandro.

O Vasco ainda conseguiu colocar a bola antes do final do jogo, aos 36min, quando Fellipe Bastos cobrou falta com força, Jefferson não segurou e soltou o rebote no pé de Bernardo, que empurrou para dentro. A arbitragem, porém, sinalizou posição irregular do camisa 31. Aos 50min, Fellipe Bastos teve outra chance em bola parada, mas o goleiro botafoguense conseguiu espalmar e garantir a taça.

Com o título do primeiro turno, o Botafogo confirma presença na decisão do Carioca, inicialmente marcada para os dias 12 e 19 de maio. Além disso, a equipe comandada por Oswaldo de Oliveira aumenta o jejum do rival na Guanabara: o último título do Vasco foi há dez anos, em 2003.

Encerrada a Taça Guanabara, os clubes do Rio de Janeiro se preparam agora para a disputa da Taça Rio, o segundo turno do Estadual. A primeira rodada está marcada para o próximo final de semana: no sábado, o Botafogo enfrenta o Quissamã no Engenhão, às 18h30; já o Vasco entra em campo em São Januário no domingo, às 16h, contra o Volta Redonda.

Ficha técnica

VASCO 0 x 1 BOTAFOGO

Gol

BOTAFOGO:

Lucas, aos 34min do 2º tempo

VASCO: Alessandro; Nei, Dedé, Renato Silva e Thiago Feltri (Fellipe Bastos); Abuda, Wendel (Dakson), Pedro Ken, Bernardo (Romário) e Carlos Alberto; Éder Luís

Treinador: Gaúcho

BOTAFOGO: Jefferson; Lucas, Bolívar, Dória e Julio Cesar; Marcelo Mattos (Vitinho), Gabriel, Fellype Gabriel, Seedorf e Lodeiro (André Bahia); Rafael Marques (Bruno Mendes)

Treinador: Oswaldo Oliveira

Cartões amarelos

VASCO: Dedé, Thiago Feltri, Abuda, Wendel, Carlos Alberto, Éder Luís

BOTAFOGO: Marcelo Mattos, Seedorf

Árbitro

Wagner do Nascimento Magalhães

Local

Estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)





Fonte: Terra