Botafogo e Ceará fazem mais um duelo pelo G-4

Vencedor do duelo se garante entre os líderes do torneio até o final da rodada

No sábado passado (21) o Botafogo derrotou o Avaí por 1 a 0 e assumiu a terceira colocação do Campeonato Brasileiro com 24 pontos. Nesta quarta-feira (25), no Engenhão, os cariocas terão mais um desafio para permanecer na zona de classificação para a próxima Copa Libertadores. Isso porque o time carioca recebe o Ceará, que tem a mesma pontuação, mas está em quarto lugar, por conta dos critérios de desempate. Quem ganhar o duelo segue no G-4, enquanto o perdedor pode cair algumas posições na tabela.

Joel Santana, técnico do Botafogo, vem procurando trabalhar o aspecto psicológico dos seus jogadores para mostrar a eles que a sequência de quatro vitórias consecutivas ainda não garantiu nada ao Glorioso. O treinador, que nunca escondeu o desejo de se aproximar dos líderes Fluminense e Corinthians, lembrou que um tropeço em casa pode atrapalhar todos os planos.

- O Botafogo vem conseguindo uma série de vitórias, mas não por obra do acaso e sim pelo fato de termos trabalhado muito para conseguirmos essa situação. Nós estivemos do outro lado, vivendo uma sequência negativa e saímos dela. Precisamos, porém, lembrar que o Campeonato Brasileiro continua muito complicado e temos que encarar o Ceará com o máximo de seriedade.

Os jogadores do Botafogo também consideram que um tropeço contra o Ceará pode atrapalhar de vez os planos da equipe de se aproximar dos líderes. Principalmente porque depois desta quarta-feira o Botafogo terá dois jogos por fazer longe do Rio de Janeiro, contra o Internacional, campeão da Copa Libertadores, e diante do Grêmio Prudente.

O volante Leandro Guerreiro espera que a equipa faça sua parte nas partidas em casa.

- O Botafogo é um time de muita qualidade e vem mostrando isso. Estamos conseguindo jogar bem dentro e fora de casa. Mas sabemos que no Rio de Janeiro temos que fazer a nossa parte, principalmente para que os pontos obtidos como visitantes sejam mais representativos. Por isso mesmo vamos procurar fazer a lição de casa contra o Ceará para viajarmos tranquilos.

Mas para obter a vitória nesta quarta-feira os jogadores botafoguenses reconhecem que vão precisar superar a defesa mais eficiente do Campeonato Brasileiro, com apenas oito gols sofridos até aqui. Uma prova de fogo para o segundo ataque mais positivo da competição, que anotou 26 gols, apenas um a menos que o Corinthians, líder neste quesito.

O lateral esquerdo Marcelo Cordeiro pede paciencia para o time conseguir um bom resultado.

- Temos que pensar que podemos usar noventa minutos para construirmos a nossa vitória e que não temos motivo para desespero. Vamos enfrentar a melhor defesa do Campeonato Brasileiro, que levou apenas oito gols em quinze jogos e isso não é por acaso. O time deles se fecha bem e se formos afobados vamos acabar perdendo a partida na base dos contra-ataques.

Como de costume, Joel Santana vai deixar para anunciar a formação que vai a campo somente minutos antes do confronto. Uma modificação certa é o retorno do lateral direito Alessandro, que cumpriu suspensão na vitória sobre o Avaí e vai reaparecer no posto de Renato Cajá, com Somália voltando ao meio-de-campo. O treinador pode estar preparando uma surpresa na escalação, com o uruguaio Loco Abreu começando entre os titulares, para aumentar a presença de área da equipe e fortalecer as jogadas pelo alto. Nesse caso, a tendência é que o barrado seja o argentino Herrera, que não vem rendendo o esperado nos últimos jogos.

Pelo lado do Ceará, o técnico Mário Sérgio alertou seus jogadores sobre o poderio ofensivo do time do Botafogo. Ele lembrou que o adversário conta com muitos homens de qualidade na frente.

- Hoje o Botafogo conta com um elenco de primeira linha, principalmente do meio-de-campo para frente, com jogadores capazes de desequilibrar um confronto. Ninguém duvida da capacidade de atletas do porte de Maicosuel e Jobson, por exemplo. Por isso mesmo precisamos manter a concentração ao longo dos noventa minutos. Acredito também na nossa qualidade e sei que podemos retornar para Fortaleza com os três pontos.

Em relação ao time que vai a campo, Mário Sérgio vai promover apenas uma modificação, com o lateral direito Oziel, recuperado de lesão na coxa direita, reaparecendo na vaga de Careca, volante que fica como opção no banco. Com isso, João Marcos, que atuou de forma improvisada na lateral contra o Grêmio, retorna ao meio-de-campo. Apesar da insistência da torcida de ver o meia Geraldo e o atacante Magno Alves entre os titulares, o treinador confirmou que os dois iniciam o jogo na reserva, entrando no decorrer do segundo tempo.

- O Geraldo tem trinta e seis anos e o Magno Alves está com trinta e quatro. São atletas de muita qualidade, mas que só vão render o que espero deles entrando no segundo tempo e pegando os adversários cansados. Se começarem jogando terão um desgaste muito maior do que o dos nossos rivais.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO-RJ x CEARÁ-CE

Local: Estádio Olímpico João Havelange, o Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)

Data: 25 de agosto de 2010 (Quarta-feira)

Horário: 19h30min(de Brasília)

Árbitro: Wilton Sampaio (DF)

Assistentes: João Antônio Neto (DF) e Renato Miguel Vieira (DF)

BOTAFOGO: Jéfferson; Alessandro, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Marcelo Cordeiro; Leandro Guerreiro, Marcelo Mattos, Somália e Maicosuel; Jobson e Herrera (Loco Abreu)

Técnico: Joel Santana

CEARÁ: Diego; Oziel, Fabrício, Anderson e Diego Sacomam; João Marcos, Michel, Júnior Cearense e Camilo; Wellington Amorim e Washington

Técnico: Mário Sérgio

Fonte: R7, www.r7.com