Botafogo e Fla empatam 1º clássico carioca

Botafogo e Fla empatam 1º clássico carioca

Em um Engenhão de baixo público, com pouco mais de 8 mil torcedores, as duas equipes abusaram dos erros ofensivos.

O primeiro clássico carioca da Taça Guanabara terminou sem vencedor neste domingo no Engenhão. Em um jogo bastante agitado, mas repleto de falhas de finalizações, Botafogo e Flamengo empataram por 0 a 0 pela quarta rodada do Grupo A e desperdiçaram a oportunidade de assumirem a primeira posição da chave.

Em um Engenhão de baixo público, com pouco mais de 8 mil torcedores, as duas equipes abusaram dos erros ofensivos. Especialmente o Botafogo, que ficou com um homem a mais no final do segundo tempo - o volante flamenguista Willians recebeu o cartão vermelho -, mas não conseguiu vencer o goleiro Felipe. O arqueiro rubro-negro, aliás, fez boas intervenções para segurar ao menos um ponto para o Fla.

O empate sem gols permitiu que o Grupo A terminasse a quarta rodada com a liderança do Nova Iguaçu, com oito pontos ganhos. Flamengo e Botafogo não conseguiram sequer ficar na zona de classificação da chave - os dois rivais possuem os mesmos seis pontos do Resende, que leva a melhor por ter mais vitórias.

Na quinta rodada da Guanabara, os dois rivais atuarão no Engenhão neste meio de semana. Na quarta-feira, o Botafogo recebe às 19h30 (de Brasília) o Olaria; no mesmo horário, mas quinta-feira, está marcado o embate entre Flamengo e Madureira.

O jogo

O primeiro tempo foi muito morno, mas com as melhores chances sempre do lado do Botafogo. A primeira delas foi num belo chute de Andrezinho, com apenas 1min de jogo. O meia alvinegro acertou o travessão, com uma bomba em que o goleiro Felipe ficou apenas olhando.

O Flamengo respondeu muito depois, num belo cruzamento de Junior Cesar, que terminou na cabeça de Bottinelli. O argentino finalizou com precisão, mas o goleiro Jefferson foi buscar a bola no ângulo.

O Botafogo voltou a levar perigo novamente com Andrezinho. Após cobrar falta na barreira, o árbitro mandou voltar. Na segunda tentativa, o camisa 10 acertou novamente a trave.

Na volta para o segundo tempo, o time rubro-negro demonstrou uma postura mais ofensiva e quase conseguiu marcar num lance improvável. Renato aproveitou um rebote na intermediária e chutou de primeira, a bola tomou uma trajetória em arco e acertou o travessão.

Entretanto, a empolgação rubro-negra não durou muito, e o Botafogo passou a tomar as rédeas da partida novamente. Num cruzamento pela direita, Elkeson obrigou Felipe a fazer linda defesa e, no rebote, Loco Abreu perdeu gol incrível.

Num jogo que se mostrava equilibrado, um lance acabou mudando o ritmo dos minutos finais. O volante Willians fez falta no lateral direito Lucas e, inconformado com a decisão do árbitro, reclamou de forma acintosa. Não satisfeito em receber o cartão amarelo, ele continuou afrontando o árbitro Pathrice Maia e foi expulso.

O interino flamenguista Jaime de Almeida procurou repor a perda e sacou Bottinelli para a entrada de Maldonado. O Flamengo passou apenas a se defender e viu o Botafogo desperdiçar boas chances. O tempo foi passando e os rubro-negros pareciam satisfeitos com o empate.

Já nos acréscimos, Loco Abreu teve novamente uma grande chance, mas Felipe evitou o gol alvinegro, deixando o placar da mesma forma que começou.

Ficha técnica

BOTAFOGO 0 x 0 FLAMENGO

BOTAFOGO: Jefferson; Lucas, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Márcio Azevedo; Marcelo Mattos (Lucas Zen), Maicosuel, Andrezinho e Elkeson(Herrera); Loco Abreu.

Treinador: Oswaldo de Oliveira

FLAMENGO: Felipe; Léo Moura, Welinton, David e Junior Cesar; Willians, Luiz Antonio (Muralha), Renato e Bottinelli (Maldonado); Ronaldinho e Deivid (Negueba).

Treinador: Jaime de Oliveira (interino)

Cartões amarelos

BOTAFOGO: Antônio Carlos, Márcio Azevedo, Marcelo Mattos e Maicosuel

FLAMENGO: David, Willians, Luiz Antônio e Negueba

Cartão vermelho

FLAMENGO: Willians

Árbitro

Petrhice Maia

Fonte: Terra