Botafogo empata com Boavista e desafia Bangu em semi da Taça Rio

O Botafogo apenas empatou com o Boavista por 1 a 1 neste domingo, em São Januário.

O Botafogo, com vários titulares sendo preservados, não fez uma grande atuação na tarde deste domingo, mas empatou por 1 a 1 com o Boavista, em São Januário, no Rio de Janeiro, e conseguiu manter a sua invencibilidade no ano.

Com o resultado, o time alvinegro, que teve seu gol anotado por Caio, e já estava classificado para as semifinais da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca, terminou o Grupo A na segunda posição, com 18 pontos, e no próximo sábado vai enfrentar o Bangu na luta por um lugar na decisão. Flamengo e Vasco fazem a outra semifinal.

Já o Boavista, que marcou seu gol com Lenny, terminou o Estadual com 16 pontos na classificação geral, que leva em consideração o somatório dos dois turnos. Dessa maneira, conseguiu permanecer na primeira divisão.

O jogo

A partida foi muito equilibrada no primeiro tempo. O Botafogo, um pouco desentrosado, tinha dificuldades de criar jogadas. Mais organizado, o Boavista era mais perigoso e assustou primeiro, aos 12min, quando Fabrício arriscou de fora da área e acertou o travessão do goleiro Thiago. A resposta do Botafogo veio quatro minutos depois e no mesmo tom. Felipe Menezes cobrou escanteio e Fábio Ferreira cabeceou no travessão.

Quando a dupla de armadores do Botafogo, Fellype Gabriel e Felipe Menezes, conseguia trabalhar a bola normalmente o desfecho das jogadas era bom. Como aos 20min, quando Felipe Menezes cruzou e Caio cabeceou para a defesa do goleiro.

Porém, com o tempo, o Boavista foi conseguindo neutralizar as ações do Botafogo e dominar a partida, sempre se aproveitando de um melhor entrosamento. Aos 23min, Ruy cruzou e Somália cabeceou para fora. Dois minutos depois foi a vez de Romarinho receber na área e escorar à direita do goleiro.

Já aos 33, Romarinho recebeu na área e chutou para boa defesa do goleiro Jéfferson. No último lance de perigo do primeiro tempo, aos 44min, Felipe Menezes cruzou da esquerda e Caio cabeceou para fora.

Na volta para o segundo tempo, o técnico Oswaldo de Oliveira sacou Fellype Gabriel e promoveu o retorno de Maicosuel, que estava há um mês afastado por conta de lesão na perna direita. Porém os primeiros instantes davam a impressão de que o domínio seria todo do Boavista, que passou a pressionar. Aos 4min, Fabrício recebeu de Tony e chutou com perigo, sobre o gol. Dois minutos depois Romarinho arriscou de fora da área sobre o gol.

Porém, quando o Boavista dominava as ações o Botafogo conseguiu abrir o marcador, aos 8min. Felipe Menezes cobrou falta da direita e Caio cabeceou sem chances para o goleiro.

O Boavista sentiu o lance e passou a ser dominado. Por muito pouco o time alvinegro não ampliou aos 25. Renan Lemos invadiu a área e foi derrubado por Douglas Pedroso. O árbitro Leonardo de Castro Moreira anotou o pênalti. Na cobrança, Loco Abreu bateu no meio do gol e facilitou a defesa de Thiago. Mais uma penalidade desperdiçada pelo uruguaio na temporada.

A perda do pênalti deixou o Boavista motivado e, para o azar de Loco Abreu, o time da Região dos Lagos empatou aos 28min. Lenny recebeu passe de Ruy na área e chutou colocado, no canto esquerdo de Jéfferson, que nada pôde fazer.

Na parte final do jogo o Boavista então decidiu tentar ganhar o jogo e assustou o Botafogo. Aos 38min, Ruy recebeu na área e chutou cruzado, na rede pelo lado de fora. Três minutos depois Paulo Rodrigues cobrou falta com perigo, sobre o gol. Porém, o último lance de perigo foi do Botafogo, aos 44min, em chute de Gabriel que Thiago defendeu, garantindo que o placar ficasse inalterado.

Antes de enfrentar o Bangu, o Botafogo recebe o Guarani-SP na próxima quarta-feira, às 21h50(de Brasília), no Estádio Olímpico João Havelange, o Engenhão, no Rio de Janeiro, pelo confronto de volta da segunda fase da Copa do Brasil. Na ida os botafoguenses ganharam por 2 a 1.



Fonte: Terra