Botafogo faz 3 a 0 e Atlético Mineiro de Wanderley Luxemburgo dá novo vexame

Botafogo faz 3 a 0 e Atlético Mineiro de Wanderley Luxemburgo dá novo vexame

Botafogo vence o Galo com uma atuação convincente

O Botafogo não teve dó nem piedade e impôs convicentes 3 a 0 sobre o Atlético-MG, neste sábado, no Engenhão. Foi a nona derrota em 13 jogos da equipe de Vanderlei Luxemburgo pelo Campeonato Brasileiro, em que ocupa a penúltima posição e pode até ser ultrapassado no domingo.

Se o Atlético-GO vencer o Ceará em Fortaleza, a lanterna ficará com o Atlético-MG. Já o Botafogo arrancou seu segundo triunfo consecutivo, com ótimas atuações de Herrera e Jobson, e começa o domingo temporariamente na oitava posição, mas pode ser ultrapassado por São Paulo e Flamengo.

Outra atração da partida no Engenhão foi Maicosuel. Em seu segundo jogo pelo Botafogo na volta, o meia reviu o Engenhão e marcou o primeiro gol na vitória. O Atlético-MG ainda reclamará da arbitragem de Leonardo Gaciba, que validou gol de Somália - na finalização do meia, porém, a bola desviou no braço de Herrera.

A derrota no Engenhão é mais um item na má fase do caro time do Atlético-MG desde o título estadual. Neste Brasileiro, a equipe de Luxemburgo foi derrotada por 4 a 0 para o Grêmio Prudente e, dentro de casa, perdeu para Fluminense, Ceará, Internacional e, no domingo passado, no clássico para o Cruzeiro. Na partida, jogadores atleticanos ainda protagonizaram briga com adversários.

Vitória convincente do Botafogo

Com Loco Abreu entre os reservas, Joel Santana promoveu a estreia de Marcelo Mattos entre os titulares, e ainda repetiu o ataque com Jobson e Herrera. A dupla, bem alinhada com Maicosuel, foi o terror para os defensores atleticanos no Engenhão.

O primeiro a ameaçar a recuada equipe de Vanderlei Luxemburgo, que escalou três volantes, foi Jobson. Em jogada pessoal pela esquerda, ele levou a marcação e assustou Fábio Costa em bola que passou por cima do gol.

A única jogada de perigo do Atlético-MG foi em contra-ataque puxado por Diego Macedo, que cruzou bem, mas nenhum jogador conseguiu empurrar para o gol. A resposta do Botafogo veio logo depois e com gol.

Maicosuel levou toda a marcação do Botafogo e passou a Herrera, que finalizou da entrada da área. Fábio Costa fez defesa difícil, mas espalmou para o meio e viu o mesmo Maicosuel marcar aos 32min.

O Atlético-MG ainda pensava em reagir quando, aos 41min, surgiu o segundo gol. A defesa botafoguense lançou por cima para Herrera, que perdeu pelo alto. Somália recuperou e chutou de longe - caído, o argentino viu a bola bater em seu braço e enganar Fábio Costa, em lance que gerou muitas reclamações para o árbitro gaúcho Leonardo Gaciba.

O terceiro gol botafoguense saiu aos 25min: Jobson foi derrubado por Ricardinho. Na cobrança de pênalti, Herrera marcou e fechou o caixão atleticano

Fonte: Terra, www.terra.com.br