Botafogo fica no zero com Fla e mantém jejum

Botafogo fica no zero com Fla e mantém jejum

Com o resultado, o Botafogo continua na sétima posição com 28 pontos

Marcado pelo equilíbrio nos últimos anos, o clássico entre Botafogo e Flamengo na tarde deste domingo em jogo válido pela última rodada do primeiro turno do Campeonato Brasileiro terminou empatado sem gols. A igualdade mantém a invencibilidade do time rubro-negro jogando no Engenhão diante do adversário.

Com o resultado, o Botafogo continua na sétima posição com 28 pontos, há sete pontos do Vasco, primeira equipe dentro do G-4. Já o Flamengo é o nono colocado do Brasileiro dois pontos atrás do rival deste domingo, com 26 pontos.

No meio da tabela, Flamengo e Botafogo entraram em campo com histórico recente de muito equilíbrio. Os últimos três jogos entre as equipes haviam terminado empatados. Apesar do retrospecto, o time rubro-negro carregava uma invencibilidade de 12 anos (18 jogos), sem perder para o rival, além do fato de nunca ter perdido jogando no Engenhão.

A igualdade muito presente nos últimos confrontos entre os cariocas também marcou o início do jogo. Muito corrido no meio-campo, a partida começou animada, mas com poucas chances de gol. O Botafogo procurava os lados do campo e o Flamengo apostava na velocidade do contra-ataque. A única chance clara de gol na primeira etapa saiu dos pés de Negueba, aos 42min, após chute de fora da área. Léo Moura ainda teve outra chance no lance seguinte.

A segunda etapa da partida continuou bastante equilibrada, mas com poucas chances claras de gol para ambos os lados. Os últimos minutos reservaram fortes emoções aos torcedores presentes ao Engenhão. Aos 38min, Seedorf cobrou falta com perigo. Mas foi o time rubro-negro que teve a melhor chance. Liedson cabeceou após cruzamento da esquerda e a bola bateu no travessão, deixando a partida no 0 a 0.

Na abertura da segunda rodada do Campeonato Brasileiro, o Botafogo enfrenta o São Paulo, no Morumbi, na quinta-feira às 21h (de Brasília). Já o Flamengo continua sua recuperação no torneio recebendo o Sport, em Volta Redonda, no Raulino de Oliveira, também na quinta-feira às 21h.

O jogo

A partida começou bastante movimentada no Engenhão, com as duas equipes procurando explorar a velocidade dos seus meias. Bem postado na defesa, o Flamengo aproveitada as roubadas de bola para puxar o contra-ataque com Negueba pelo lado direito. Já o Botafogo tocava a bola pelos flancos buscando as jogadas pela linha de fundo.

Quem deu o primeiro chute foi o time rubro-negro. Aos 9min, a bola sobrou para Ibson na entrada da área, mas ele mandou longe do gol de Jefferson. Cinco minutos depois, Léo Moura cruzou na área e Vagner Love foi empurrado por Brinner. O árbitro Pericles Bassols marcou pênalti, mas o auxiliar assinalou impedimento do atacante flamenguista.

O jogo continuou muito disputado, com as duas equipes procurando os lados do campo e os cruzamentos na área, mas esbarrando na boa atuação dos zagueiros que cortavam todas as bolas. Aos 35min, Ramon avançou pela esquerda e alçou bola na área, o zagueiro Welinton tocou de cabeça para boa defesa do goleiro Jefferson, mas o árbitro já havia marcado falta do defensor rubro-negro sobre o lateral Márcio Azevedo.

Nos últimos minutos o Flamengo partiu com tudo para o ataque e quase abriu o placar. Negueba chutou bonito de longe, e Jefferson espalmou para o lado. Na sobra, Thomás chutou cruzado, mas Brinner chegou antes de Love para afastar. No lance seguinte Luiz Antonio deu belo toque para Léo Moura que invadiu a área e chutou para outra importante intervenção do goleiro alvinegro.

A segunda etapa começou com uma substituição no Flamengo. Thomás saiu para a entrada do garoto Adryan. Com a mesma formação, foi o Botafogo quem chegou primeiro. Aos 5min, o uruguaio Lodeiro chutou de longe, mas a bola saiu fraca. Aos 9min, Amaral cobrou falta com força, mas sem direção. Após falta de González em Elkeson, o técnico Dorival Júnior reclamou com a arbitragem e acabou expulso.

A primeira jogada do Flamengo no segundo tempo aconteceu somente aos 15min. Adryan avançou pela esquerda, cruzou a bola na área do Botafogo e Vagner Love evitou a saída. Léo Moura recebeu o passe, chutou cruzado, mas a bola saiu pela linha de fundo. O equilíbrio continuou tomando conta da partida.

Aos 31min, o Flamengo pressionou. Vagner Love tentou finalizar da entrada da área e a bola bateu na defesa. O time insistiu, Negueba lançou a bola na área e Márcio Azevedo tirou o perigo. Aos 38min, Seedorf cobrou falta, buscou o canto de Felipe, que foi para o outro lado, mas a bola ficou na rede na parte de cima do gol.

A chance mais clara de gol da partida aconteceu nos últimos minutos. Liedson, que havia acabado de entrar, recebeu cruzamento da esquerda, cabeceou livre, mas a bola bateu no travessão do time alvinegro. A defesa do Botafogo tirou a bola, Ibson tentou o chute de fora da área e o goleiro botafoguense defendeu para garantir o empate por 0 a 0.

Ficha técnica

BOTAFOGO 0 X 0 FLAMENGO

Gols

BOTAFOGO:

FLAMENGO:

BOTAFOGO: Jefferson; Lucas, Brinner (Dória), Fábio Ferreira e Márcio Azevedo; Amaral, Renato, Seedorf, Andrezinho (Cidinho) e Lodeiro; Elkeson

Treinador: Oswaldo de Oliveira

FLAMENGO: Felipe; Léo Moura, Welinton, González e Ramon; Cáceres, Luiz Antonio (Muralha) e Ibson; Thomás (Adryan), Negueba (Liedson) e Vagner Love

Treinador: Dorival Júnior

Cartões amarelos

BOTAFOGO: Brinner, Lucas, Márcio Azevedo

FLAMENGO: Cáceres, González

Árbitro

Pericles Bassols

Local

Engenhão, Rio de Janeiro

Fonte: Terra