Botafogo paga R$ 25 mil por "Van Damme"

O jogador recebeu a notícia com satisfação, mas revela constrangimentos

Diego só vai estar em campo domingo para enfrentar o Barueri porque o Botafogo decidiu que vale um investimento extra. Como está emprestado pelo clube paulista, um acordo entre os dirigentes previa o pagamento de R$ 25 mil para que ele pudesse ser utilizado. O jogador, que ganhou a vaga de titular improvisado na lateral esquerda e é chamado de Van Damme pelos companheiros, recebeu a notícia com satisfação, mas revela um constrangimento por enfrentar a equipe que defendia até pouco tempo atrás.

O sotaque paulista entrega que Diego tem bem mais intimidade com vários dos adversários do que com os próprios alvinegros. "Fiquei contente com a atitude da diretoria, mas é um pouco estranho, fico meio constrangido. Mas quero fazer um grande jogo", comentou.



Na hora das entrevistas, deixou até transparecer uma certa estranheza por chamar o Barueri de "ex-time". "Dá para imaginar que durante a partida vou estar em um coletivo", brincou o jogador, que chegou ao Botafogo no segundo semestre indicado por Estevam Soares.

Seu empréstimo termina no fim do ano, mas ele quer ficar em General Severiano. Com seriedade, explica que a mudança veio em boa hora. Diego vai ser pai pela primeira vez. E a roupa do bebê, já comprada, entrega que daqui para a frente seu sotaque vai começar a mudar: "O uniforme do Botafogo está em casa. Estou alcançando meu objetivo e sei que a renovação está em andamento. O jogo servirá também para os dirigentes conversarem".

Se tiver a chance de marcar, vai comemorar o gol, mas com o cuidado de não desrespeitar ninguém: "Vou pegar a bola e colocar na barriga, em homenagem ao meu filho que vai nascer, eles vão entender".

Parceiros no Engenhão

Em entrevista coletiva, hoje, às 15h30, em General Severiano, a diretoria vai anunciar os parceiros do clube para a revitalização do Engenhão.

Companheiros botam apelido de Van Damme

O pouco tempo de Botafogo não impediu que Diego recebesse de Victor Simões o apelido de Van Damme, ator que ficou conhecido por fazer filmes de artes marciais. O lateral desconversa e diz que não se parece com o astro, mas a brincadeira pegou.

Quando era mais novo, Diego até assistia aos filmes de Jean Claude Van Damme, mas não vê semelhança. O apelido foi dado devido à disposição que o jogador tem em treinos e jogos. "Quando era moleque, assistia, mas não me acho parecido, nem fisicamente nem jogando bola".

Ele até tentou retrucar, mas não teve jeito: "Foi aí que pegou. Eu sou zagueiro e quero ganhar as divididas", afirmou Diego, que foi improvisado na lateral e ganhou a confiança de Estevam Soares. "Reconheço que muitas vezes eu me empolgo e exagero na força, mas em nenhum momento sou desleal".

Fonte: Terra, www.terra.com.br