Botafogo sofre gol bizarro no segundo tempo, mas arranca virada contra Duque de Caxias por 2 a 1

Botafogo sofre gol bizarro no segundo tempo, mas arranca virada contra Duque de Caxias por 2 a 1

A reação colocou o Botafogo com 11 pontos na competição e agravou a crise do Duque

Em má fase no Campeonato Carioca, o Botafogo viveu mais uma drama, neste domingo, fora de casa. Após perder gols, o time alvinegro fez um gol contra bizarro no segundo tempo e esteve perto da derrota para o Duque de Caxias. Mas sob comando do experiente Jorge Wagner e com destaque para Ferreyra, o time alvinegro venceu por 2 a 1. A reação colocou o Botafogo com 11 pontos na competição e agravou a crise do Duque, que tem apenas dois pontos até agora.

Em um jogo sob intensa chuva no Estádio Raulino de Oliveira, os jogadores fizeram uma partida fria desde o início. Recuado, o Duque conseguiu neutralizar as primeiras tentativas do Botafogo.

Estranhamente, houve paradas para hidratação nos dois tempos de jogo. E foi depois da primeira que o Botafogo evoluiu em campo. Só faltou acertar a pontaria: aos 25min, Jorge Wagner chutou para longe em boa oportunidade. E, aos 37min, Ferreyra até mandou a bola para o gol, mas Andrade defendeu.

Logo no começo do segundo tempo, o goleiro do Duque voltou a ser destaque com um defesa ainda mais difícil. Ferreya subiu alto e cabeceou para o gol, mas Andrade pulou e espalmou.

Então o técnico Eduardo Hungaro apostou em substituições para buscar a vitória. Entraram em campo Junior César e Bolatti, mas o volante manteve a falta de qualidade nas finalizações. Ele apareceu como surpresa na área aos 20min, sozinho, mas chutou para muito longe.

Cada vez mais satisfeito com o empate, o Duque praticamente não atacava. Mas então o improvável aconteceu: aos 32min, Leandro Teixeira fez um chute cruzado que Dankler se jogou para afastar, mas a bola voltou em cima de Dória e entrou no gol.

Era tudo que o Duque precisava para recuar de vez. E mesmo com todos jogadores atrás da intermediária, o time sofreu a virada: primeiro Jorge Wagner puxou uma tabela com Bolatti e deixou Ferreyra em ótimas condições para finalizar da área. Depois, o argentino sofreu pênalti na área ao tentar driblar o goleiro. Jorge Wagner bateu bem para salvar o Botafogo.

Fonte: Terra