Botafogo vence Portuguesa por 3a 1 no Canindé e retoma liderança do Campeonato Brasileiro

Botafogo vence Portuguesa por 3a 1 no Canindé e retoma liderança do Campeonato Brasileiro

Portuguesa até começou bem no jogo, contando inclusive com boas jogadas individuais de Luis Ricardo e Moisés

O Botafogo ficou apenas uma noite fora da liderança do Campeonato Brasileiro, sentiu saudades e já retomou seu posto: neste domingo, em jogo duro contra a Portuguesa no Canindé, o time carioca venceu por 3 a 1 e novamente está no topo da tabela. O Cruzeiro tinha vencido no sábado e atingido os 28 pontos, mas agora o Botafogo tem 29. Já a Portuguesa segue na zona de rebaixamento, com 13.

Em casa, Portuguesa até começou bem no jogo, contando inclusive com boas jogadas individuais de Luis Ricardo e Moisés. Mas o Botafogo não se intimidou, também teve seus bons momentos e reclamou de um pênalti não marcado em Seedorf, aos 14min. Aliás, na primeira etapa o holandês se destacou muito mais por reclamações contra o juiz e discussões com companheiros e adversários do que pelo futebol.

Sem a inspiração do seu principal articulador, o Botafogo foi dominado pela Portuguesa no primeiro tempo. Mesmo sem conseguir finalizar com tanta frequência, o time da casa controlou a partida e teve sua melhor chance no final, aos 44min - Luis Ricardo avançou na diagonal da direita para a área, aplicou um corte e chutou forte, mas em cima de Jefferson, que evitou o gol.

Durante o intervalo, as reclamações do Botafogo contra a arbitragem aumentaram e por isso Oswaldo de Oliveira foi expulso. Sem técnico, o time carioca continuou tendo dificuldades, mas pelo menos a marcação estava mais encaixada. E sem tanto risco de sofrer gols, o Botafogo conseguiu abrir o placar: após escanteio cobrado por Seedorf pela esquerda, Lauro saiu mal do gol, e Bolívar teve o gol livre para mandar a bola de cabeça na rede.

A Portuguesa não se abalou e pressionou até arrancar o empate: primeiro Jean Mota ficou frente a frente com o goleiro, mas Jefferson defendeu a finalização. Foi marcado então o escanteio no qual saiu o gol: Corrêa cobrou na medida para Luis Ricardo cabecear e deixar tudo igual.

Mas o alívio da Portuguesa durou cerca de um minuto apenas. Aos 27min, Rafael Marques dominou um cruzamento que veio da direita e finalizou com força para fazer o segundo gol botafoguense. Agora sim abalado, o time da casa acabou levando mais um gol aos 32min: após belo passe de Seedorf, Elias ganhou na velocidade e, de esquerda, mandou a bola para a rede para fechar o placar.

Fonte: Terra