Brasileiro é internado com coágulos no cérebro após derrota

Brasileiro é internado com coágulos no cérebro após derrota

Michael, que mora em Miami, fez seu mais recente combate no último dia 12.

O lutador brasileiro Michael Oliveira está internado nos Estados Unidos com cóagulos no cérebro, poucos dias depois de sofrer sua segunda derrota no boxe profissional. Depois de sofrer com dores de cabeça e mal estar, ele passou por uma bateria de exames que detectou o problema.

Michael, que mora em Miami, fez seu mais recente combate no último dia 12. Ele encarou Norberto Gonzalez em Hollywood, Florida (EUA). Ele perdeu por pontos, em disputa de dez rounds ? os árbitros laterais assinalaram 97-91, 97-91 e 96-92 em favor do mexicano. O brasileiro conseguiu um knockdown no segundo round e sofreu um no décimo.

Foi a segunda derrota na carreira do pugilista, que ficou famoso no Brasil ao enfrentar Acelino Popó Freitas em um combate de despedida do tetracampeão mundial. Ele foi nocauteado por Popó na ocasião e depois teve quatro vitórias antes de encarar Gonzalez.

Nesta semana, Michael passou a reclamar de uma indisposição e acabou sendo levado a um hospital em Miami.

"Ele começou a sentir dores de cabeça e mal estar, resolvemos trazer para o hospital e foi detectado o problema", disse Carlos Oliveira, pai e empresário do jovem lutador de 23 anos, que lutou no último dia 12 na categoria supermeio-médio.

"O Michael está internado, está passando bem e foi feita uma ressonância magnética que detectou coágulos de sangue no cérebro. Agora estamos aguardando os médicos para ver o que vai ser feito", adicionou ele.

Michael fará mais exames nesta sexta-feira e os médicos decidirão que procedimentos serão feitos para curar o problema. Não se descarta a chance de uma cirurgia, mas a família ainda não sabe se isso será necessário.

Carlos Oliveira procurou tranquilizar sobre a situação. Ele e Michael não pensam em um afastamento do boxe.

"Ele me disse que vai sair ainda mais forte dessa e que vai voltar pros ringues assim que possível. Essa é a mensagem que ele passou para todas as pessoas do Brasil que também passam por problemas", afirmou o pai e empresário do lutador.

Michael Oliveira tem 21 vitórias e duas derrotas em seu cartel, em cinco anos no boxe profissional. Ele começou sua carreira com apoio da família, que banca a sua carreira no esporte. Nascido em São Paulo, o pugilista foi radicado nos Estados Unidos desde bebê.

Fonte: UOL