Brasil fecha participação na 23ª posição

No cômputo geral, ficamos em 22º lugar contando-se as medalhas de ouro

Para o presidente do COB, Carlos Arthur Nuzman, em entrevista coletiva dada em Pequim, a participa??o brasileira nas Olimp?adas de 2008 foi a melhor da hist?ria do pa?s no evento. Segundo Nuzman, em diversos crit?rios de an?lise o Brasil superou as expectativas.

- Se considerarmos os crit?rios do COI (Comit? Ol?mpico Internacional), que d? pontos ao n?mero de finais atingidas, o Brasil teve um desempenho muito bom em Pequim. Conseguimos diversos marcos, como a participa??o feminina, que foi extraordin?ria, ao contr?rio das ?ltimas edi?es, quando nossas atletas, salvo exce?es, tiveram atua?es apagadas. Al?m disso, o Brasil esteve presente em 38 finais ol?mpicas e conquistou tr?s ouros in?ditos (nata??o, salto em dist?ncia e v?lei feminino).

Nuzman fez quest?o de ressaltar as medalhas de Nat?lia Falavigna no taekwondo, de Ketleyn Quadros, no jud?, e as finais no salto com vara e no revezamento 4x100m rasos.

- As medalhas conquistadas no taekwondo, no jud? e as finais do atletismo, com o salto com vara e no revezamento 4x100m rasos, mostram que houve uma evolu??o no esporte brasileiro, principalmente entre as mulheres. Vejo como positivo o saldo brasileiro em Pequim.

O dirigente usou compara?es com outros pa?ses para avaliar o desempenho ol?mpico brasileiro em 2008.

- No c?mputo geral, ficamos em 22? lugar contando-se as medalhas de ouro, e em 17? no total de medalhas conquistadas. H? muitas Olimp?adas o Brasil n?o ficava ? frente de Cuba, e nesta ficou. Foi um dos mitos que caiu. H? quatro anos a Gr?cia ficou ? frente do Brasil no quadro, e agora n?o ganhou nenhum ouro. A Espanha, que tem um grande desenvolvimento no esporte, ficou ? frente do Brasil por um crit?rio (medalhas de ouro) e empatou em n?mero de medalhas (15).

Perguntado sobre se a raz?o do crescimento da China estaria diretamente relacionada aos investimentos financeiros feitos nos ?ltimos oito anos, Nuzman preferiu atribuir as 51 medalhas de ouro do pa?s-sede a um conjunto de fatores.

- A China e Gr?-Bretanha tiveram a maior evolu??o nas conquistas da medalha de ouro, assim como a Jamaica, que por seus m?ritos, atingiu uma excelente 13? posi??o. N?o se consegue fazer o que a China fez em quatro, oito ou 12 anos. O sistema pol?tico e econ?mico chin?s mudou, e o esporte foi privilegiado com todo tipo de investimentos. A China procurou dar a cada modalidade o que de melhor ela poderia dar no aspecto t?cnico. O n?mero de atletas praticantes tamb?m ? um fator consider?vel.

Nuzman n?o quis analisar o desempenho de modalidades como o v?lei masculino, o futebol e o jud?, que mesmo com atletas de destaque no mundo (e at? campe?es mundiais), n?o conquistaram a medalha de ouro.

- Todos os Comit?s Ol?mpicos t?m casos assim, atletas de quem se espera medalhas, e atletas de quem n?o se espera. Os que vivem as Olimp?adas por dentro sabem o que ? isso. Cada confedera??o poder? explicar o desempenho de seus esportes com detalhamento. Mas cito como exemplo a pr?pria China, cujo maior ?dolo n?o correu os 110m com barreiras e deixou o est?dio chorando. Isso vai acontecer sempre. Temos que agradecer os atletas que competiram aqui dando o seu m?ximo e ajudando o Brasil.

Fonte: Globo Esporte