Brasil volta ao top 10 do ranking da Fifa após título da Copa das Confederações

Em junho, a seleção amargurava a 22ª posição, a pior de sua história desde que o ranking foi criado, em 1993.

O Brasil voltou, após um ano, a figurar no top 10 do ranking da Fifa. O título da Copa das Confederações, conquistado no último domingo com a vitória sobre a Espanha, por 3 a 0, garantiu este retorno - em 9° lugar. Em junho, a seleção amargurava a 22ª posição, a pior de sua história desde que o ranking foi criado, em 1993.


Brasil volta ao top 10 do ranking da Fifa após título da Copa das Confederações

Um dos motivos que fizeram o Brasil cair foi a falta de jogos em competições oficiais, que valem mais pontos. Com o retorno às competições, algo que não ocorria desde 2011, quando disputou a Copa América, o Brasil teve a chance de somar pontos importantes na lista. A seleção chegou aos 1095 pontos.

A vice-campeã do torneio ocorrido no Brasil, a Espanha, se manteve na liderança. Os espanhóis aparecem com 1532 pontos, à frente da Alemanha, que tem 1273. A principal surpresa da lista deste mês aparece na 3ª posição: a Colômbia saltou quatro lugares e agora está no top 3, com 1206 pontos.

Completam o top 5 a Argentina e a Holanda. Dentro dos 10 primeiros lugares ainda estão Itália - que ganhou duas posições após o 3° lugar na Copa das Confederações -, Portugal, Croácia e, logo atrás do Brasil, a Bélgica.

A Inglaterra perdeu cinco posições e, agora, aparece em 15°, atrás da Bósnia Herzegovina. O Taiti, apesar da participação carismática no torneio no Brasil, foi uma das seleções que mais perderam posições na lista atualizada: 16. A seleção da Oceania caiu da 138ª para a 154ª posição.

Fonte: UOL