Brasileirão 2012: São Paulo encerra jejum, vence a Portuguesa e encosta no G-4

Brasileirão 2012: São Paulo encerra jejum, vence a Portuguesa e encosta no G-4

Luís Fabiano comemorou com Casemiro terceiro gol tricolor contra Portuguesa

Após quatro partidas sem vencer no Campeonato Brasileiro, o São Paulo venceu o clássico contra a Portuguesa por 3 a 1, neste sábado, no Estádio do Morumbi, e voltou a se aproximar do G-4.

Com o resultado, o time comandado por Ney Franco foi a 39 pontos, três a menos que o Vasco, quarto colocado. Já a Portuguesa se continuou com 29, na 12ª colocação do Brasileiro.

Neste sábado, o São Paulo prestou uma homenagem aos ídolos uruguaios que passaram pelo clube. O time entrou em campo de uniforme azul, com listras verticais nas três cores do clube no meio e os nomes de Darío Pereyra, Pedro Rocha, Pablo Forlán e Diego Lugano. No entanto, durante a partida, o time jogou com a tradicional camisa branca.

O São Paulo, contando com o retorno de Luís Fabiano, imprimiu uma forte blitz nos início da partida. Aos 2min, Denílson chutou com perigo de longe, e acertou a lateral direita da rede de Dida, pelo lado de fora. No minuto seguinte, Jadson encontrou Luís Fabiano na entrada da área, mas centroavante chutou no meio do gol, para fácil defesa do goleiro.

No entanto, a insistência logo surtiu efeito. Aos 6min, Lucas fez uma linda jogada pelo meio de campo, passou por quatro marcadores, quase perdeu a bola, e tocou para Luís Fabiano, que saiu na cara do goleiro, mas chutou em cima de Dida. No rebote, contudo, Osvaldo teve somente o trabalho de chutar por cima do arqueiro caído para abrir o marcador.

O time tricolor seguiu pressionando, mas em menor intensidade. Aos 15min, Lucas avançou fazendo fila pelo lado direita, aplicou drible da vaca no marcador, mas perdeu o equilíbrio ao tentar driblar o goleiro e desperdiçou uma boa chance de ampliar. Depois, aos 21min, Luís Fabiano desperdiçou a terceira chance ao receber cruzamento de Wellington sozinho e cabecear por cima do gol.

A partir da metade do primeiro tempo, no entanto, a Portuguesa conseguiu equiparar a posse de bola e mexeu no placar antes do intervalo. Aos 36min, após um chutão da zaga rubro-verde, Rafael Tolói falhou ao tentar afastar de cabeça, na intermediária, e a bola sobrou limpa para Bruno Mineiro que finalizou bem, na saída de Rogério Ceni, no canto esquerdo, para empatar.

Na segunda etapa, o São Paulo chegou a levar perigo da Portuguesa no começo, mas voltou à frente no marcador com Cortez. Aos 11min, Osvaldo cruzou do lado esquerdo, Lucas pegou um sem-pulo que sairia pelo lado esquerdo, mas o lateral esquerdo tricolor esticou a perna e tocou a bola para as redes.

Com a vantagem retomada, o time tricolor passou a tocar melhor a bola e conseguiu ampliar aos 32min em uma jogada muito bem trabalhada. Maicon avançou pela meia-esquerda e, com um longo passe, lançou Lucas na direita. O meia-atacante foi à linha de fundo e rolou para trás para Luís Fabiano chutar forte e marcar seu 11º gol no Brasileiro, igualando a marca de Fred na ponta da artilharia.

Até o final, os mandantes ainda tentaram aplicar uma goleada na Portuguesa, mas não conseguiu. A torcida são-paulina, no entanto, aprovou a vitória e gritou "olé" nos minutos finais.

Fonte: Terra, www.terra.com.br