Brasileiro compra time dos EUA por US$ 100 milhões e já sonha com Kaká

Torcedor do Flamengo e dono de um curso de inglês, Flávio Silva promete contratar pelo menos um astro em sua nova empreitada: "Tudo é possível"

Flávio Augusto da Silva é um empresário brasileiro que fez fortuna fundando um curso de inglês. Torcedor do Flamengo e apaixonado por futebol, Flávio percebeu que o potencial do crescimento do futebol em Orlando, na Flórida, estado que escolheu para morar nos Estados Unidos. Por isso ele pagou 100 milhões de dólares para ser o mais novo dono de uma franquia da MLS, liga norte-americana de futebol. O time do Orlando City, que já existia mas jogava em ligas profissionais inferiores, estreia em 2015 na MLS e sonha com o reforço de Kaká, que é amigo particular de Flávio.


Brasileiro dá 100 milhões de dólares pelo Orlando City e sonha com Kaká

Orlando está no caminho para se tornar a cidade do futebol brasileiro nos Estados Unidos. A cidade na Flórida, famosa por seus parques de diversão, é um destino comum para o turista brasileiro, mas é também é o lar de outros tantos. É lá que mora a jovem Carmel Oliveira, de 15 anos e um talento natural para o futebol, que pretende defender a seleção americana no futuro. Outro brasileiro ligado ao futebol que escolheu Orlando para viver é o ex-atacante Leandro Amaral, que se tornou professor de times amadores.

Foi vendo esse potencial que o empresário carioca Flávio Augusto da Silva decidiu adquirir os direitos do Orlando City, que joga a temporada 2014 na USL Pro, a terceira maior liga profissional americana. O clube, cujo mascote é o leão, desembolsou 100 milhões de dólares para ter o direito de jogar a MLS em 2015.

O clube vai ter um estádio próprio para 20 mil torcedores e que vai custar 84 milhões de dólares. E vai ter na temporada 2014 um craque brasileiro. Como Flávio é amigo particular de Kaká, o nome do meio-campista do Milan aparece com força como um possível reforço para o Orlando City em 2015 e a torcida já grita pelo brasileiro.

- A gente vai trazer um jogador de ponta aqui para Orlando. Vamos trazer um jogador reconhecido mundialmente. Isso é parte do nosso projeto, e a prioridade é ser um brasileiro. Por que a gente vai fazer uma conexão muito grande com o Brasil, por que nós entendemos que todo brasileiro tem o seu time do coração, mas por que não ter o seu segundo time na América. Orlando City é essa opção. Um time de um brasileiro que vai ter uma grande estrela brasileira, jogando aqui na elite do futebol dos Estados Unidos - afirmou Flávio.

Na festa do anúncio da entrada na MLS, Flávio juntou vários torcedores do Orlando e falou em como o seu empreendedorismo pode incentivar outros a buscarem os seus sonhos.

- Ter saído do zero e chegado a esse ponto me dá um senso de responsabilidade para falar para aquela garotada que estava ali que eles podem realizar os sonhos deles. E assim como eu digo para qualquer brasileiro, ele pode realizar o seu sonho. Tudo é possível, então, eu acho que fica aí então o incentivo, o encorajamento e uma inspiração para que os jovens acreditem nos seus projetos e nos seus sonhos.

Fonte: GloboEsporte