Brasileiro Di Grassi pode assumir carro da Renault

Nas cinco etapas em que pilotou pela Renault, Grosjean também não conseguiu pontuar

Piloto reserva da equipe Renault, o brasileiro Lucas di Grassi pode ganhar ainda neste ano sua primeira chance na F-1. De acordo com o jornal alemão "Auto Motor und Sport", Di Grassi pode assumir a vaga do francês Romain Grosjean, que corre risco de demissão.

De acordo com a publicação, a escuderia francesa está insatisfeita com o desempenho de Grosjean, que assumiu o posto de titular, ao lado do espanhol Fernando Alonso, após a demissão do brasileiro Nelsinho Piquet. Nelsinho havia sido demitido justamente por falta de bons resultados --não pontuou em nenhuma das dez etapas disputadas neste ano. Nas cinco etapas em que pilotou pela Renault, Grosjean também não conseguiu pontuar. Restam ainda duas corridas para o final da temporada.

A próxima será realizada no dia 18 de outubro, no GP Brasil, em Interlagos. A etapa dos Emirados Árabes, no dia 1º de novembro, encerra a temporada. Nesta semana, a Renault anunciou que o piloto polonês Robert Kubica, atualmente na BMW Sauber, será o substituto do espanhol Fernando Alonso, que irá para a Ferarri, na próxima temporada. Kubica será o primeiro piloto da escuderia francesa, mas ainda não tem companheiro de equipe definido --Di Grassi e Grosjean concorrem.

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br