Brasileiro José Aldo nocauteia Zumbi Coreano no Rio e "salva" último cinturão absoluto do Brasil

Brasileiro José Aldo nocauteia Zumbi Coreano no Rio e "salva" último cinturão absoluto do Brasil

Lutador manauara venceu Jung Chan-Sung no UFC 163 e manteve o título dos pesos pena

O brasileiro José Aldo manteve o cinturão dos pesos pena no UFC 163 com um nocaute técnico sobre Jung Chan-Sung, o "Zumbi Coreano", na madrugada deste domingo, na HSBC Arena, no Rio de Janeiro. A vitória dominante assegurou que o Brasil mantivesse seu último cinturão absoluto no principal evento do MMA mundial - Renan Barão é o atual campeão interino dos pesos galo, já que o detentor do título, Dominick Cruz, vem de longo período lesionado.

Se havia algum temor pelas recentes derrotas de Junior Cigano nos pesos pesados, para Cain Velasquez, e de Anderson Silva nos pesos médios, para Chris Weidman, ele passou longe de José Aldo. O manauara dominou o combate nos três primeiros rounds e aproveitou uma luxação no ombro do sul-coreano para finalizar a luta no quarto round com a combinação de queda e ground and pound.

Esta foi a sétima defesa de título consecutiva de Aldo - cinco no UFC e duas no extinto WEC, evento onde ele conquistou o cinturão dos penas. O brasileiro agora soma um cartel de 23 vitórias e apenas uma derrota na carreira profissional no MMA.

A luta

O primeiro round começou com os dois lutadores medindo a distância e se estudando. Aldo arriscava mais golpes e levava vantagem no combate, principalmente com chutes baixos e domínio do centro do octógono. O brasileiro conseguiu a queda em um single leg, mas Jung rapidamente se levantou. E com uma sequência agressiva nos segundos finais, a primeira parcial terminou com nítida vantagem para o lutador da casa.

O "Zumbi Coreano" se soltou mais no segundo round, tentando investir em sequências de socos. Mas Aldo respondia bem aos golpes do asiático e mantinha o confronto equilibrado. Os jabs do manauara começaram a entrar, mas Jung não dava sinais de abalo. No último minuto, o campeão foi para o clinch e conseguiu derrubar o sul-coreano, mas o combate não evoluiu no solo. O assalto terminou com nova vantagem para José Aldo.

Uma queda espetacular do brasileiro marcou o início do terceiro round, quando o "Zumbi" tentou uma joelhada e acabou tendo o impulso de seu movimento voltado contra si próprio, graças a um giro de Aldo que terminou com o asiático de costas na grade. A luta não evoluiu no clinch, e o árbitro Herb Dean devolveu os atletas à posição em pé. O combate seguiu arrastado até o fim do round.

Aldo seguiu com mais jabs e esquivas no quarto assalto, levando clara vantagem na trocação em pé. Jung pareceu ter deslocado o ombro direito depois de uma troca de golpes. O brasileiro percebeu, e após dois chutes altos que balançaram o sul-coreano, partiu para o takedown e acabou com o combate bombardeando a cabeça do oponente no ground and pound.

Fonte: Terra, www.terra.com.br