Bronze mantém Sarah Menezes como 3ª do mundo

Bronze mantém Sarah Menezes como 3ª do mundo

Para chegar à sua segunda medalha de bronze consecutiva em Masters, Sarah superou campeã olímpica.

A Federação Internacional de Judô divulgou ontem o novo ranking mundial e o primeiro da temporada de 2012, após a disputa do IJF Masters do Cazaquistão, realizado nos dias 14 e 15 de janeiro. Sarah Menezes (48kg), medalha de bronze, permanece como a terceira melhor do mundo.

Para chegar à sua segunda medalha de bronze consecutiva em Masters, garantindo mais 160 pontos no ranking, Sarah superou a campeã olímpica de Pequim, Alina Dumitru, que aparece como a sexta melhor no ranqueamento e Alexandra Podryanova, com vaga assegurada na Olimpíada de Londres por ser do país sede.

A piauiense perdeu para a atual vice-líder do ranking, Tomoko Fukumi. O IJF Masters faz parte do Circuito Mundial de Judô e contou apenas com o seleto grupo dos 16 melhores do mundo. O nível do evento é comparado a um Mundial e até mesmo é parecido com as Olimpíadas, é um torneio classificatório para os Jogos de Londres.

Além da medalha da piauiense Sarah Menezes, o time brasileiro ainda faturou cinco medalhas, dois ouros e mais três bronzes. Se a definição dos atletas que vão a Londres, em agosto, disputar as Olimpíadas, fosse hoje a piauiense estava presente no grupo da seleção brasileira.

Até o final de abril, prazo final para a classificação do ranking mundial, a judoca do Piauí precisa se manter entre as 14 melhores. ?Essas medalhas nos garantem matematicamente em Londres nessas categorias e dão aos atletas uma tranquilidade maior para trabalhar pensando nos Jogos e não na classificação?, disse o coordenador técnico da Confederação Brasileira de Judô (CBJ), Ney Wilson.

Sarah Menezes e as demais atletas da CBJ que competiram no Cazaquistão estão em um treinamento de campo na Holanda, até o fim da semana. A piauiense ainda vai para São Paulo onde realizará os exames médicos que são exigidos anualmente pela CBJ. Ela ainda terá que ir ao Rio de Janeiro assinar o contrato da temporada com a Marinha do Brasil, da qual faz parte.

Fonte: Socorro Cruz