"Bruno é uma pessoa boa", lamenta Tardelli

"Bruno é uma pessoa boa", lamenta Tardelli

Goleiro afastado do Flamengo está preso sob suspeita de envolvimento

Companheiro de Bruno no Flamengo em 2008, o atacante Diego Tardelli evitou ao máximo comentar a situação do goleiro. Neste domingo, finalmente falou sobre o complicado assunto. Ele lamentou a situação do ex-camisa 1 flamenguista, que está preso como suspeito do assassinato de sua ex-amante, Eliza Samudio.

"Não gostaria de falar, porque é um assunto diferente. Estava torcendo para que não fosse ele, que é da nossa profissão. Ele é uma pessoa boa. Tomara que tudo isso se resolva logo", disse Tardelli, que atualmente defende o Atlético-MG. Ele chegou a se envolver em confusões com o goleiro Bruno.

Em 2008, prostitutas acusaram o atacante Marcinho, que também defendia o Flamengo, de agressão após uma festa no sítio de Bruno em Belo Horizonte, após partida do Campeonato Brasileiro na qual Tardelli também estava presente. O goleiro Paulo Victor, que teve seu nome ligado ao caso de Eliza Samudio, também estava no local.

Na época, Diego Tardelli afirmou que ficou um tempo no sítio e, ao perceber que não era um ambiente bom para ele, foi embora. O jogador esteve em período de treinamentos com o Atlético-MG no interior de São Paulo. O Atlético-MG volta a campo na próxima quinta-feira, às 21 horas (de Brasília), contra o Atlético-GO, na Arena do Jaracaré.

Fonte: IG