Bruno sai da reserva, "vira" pro Brasil contra a Polônia e ganha elogios até de rivais

A seleção brasileira de vôlei confirmou mais uma vez neste sábado que sua força está no elenco, e não apenas no time titular


Bruno sai da reserva,

A seleção brasileira de vôlei confirmou mais uma vez neste sábado que sua força está no elenco, e não apenas no time titular. Na empolgante vitória desta madrugada por 3 sets a 2 sobre a Polônia pela penúltima rodada da Copa do Mundo masculina, um jogador saído da reserva foi o principal responsável pela virada verde-amarela, com direito a prêmio de melhor jogador da partida e elogios do time adversário: o levantador Bruninho.

Relegado ao banco desde o início da competição, o camisa 1 da equipe brasileira foi titular apenas no 3 a 2 contra a China e tem entrado ao longo dos jogos apenas durante os sets, em inversões ou momentos de apagão do time. Neste sábado, ele foi para a quadra na terceira parcial e não saiu mais (já havia feito pequenas participações também nos dois sets iniciais).

Bruninho teve participação decisiva. Além do levantamento, sua especialidade, o jogador ainda brilhou em outros dois fundamentos que não são os seus melhores: o ataque, com dois pontos, e o bloqueio, com três acertos (o melhor desempenho da seleção na partida de hoje).

A bela atuação do levantador não passou em branco. Bruninho não só foi eleito o melhor jogador em quadra como virou sensação no Twitter, entrando nos trend topics, e foi o principal assunto das entrevistas que sucederam o confronto.

?Começamos mal, e a Polônia jogou muito bem. Depois, a realidade do jogo mudou. O Bruno trouxe uma energia muito grande, e mostramos a força do grupo?, destacou o oposto Leandro Vissotto, principal pontuador da partida com 23 bolas no chão.

Outro que ressaltou a performance do camisa 1 brasileiro foi o capitão polonês Bartman. ?Nós estamos felizes pela classificação para a Olimpíada, mas estamos desapontados por perder o jogo. Nós não vencemos o Brasil desde 2002, e o jogo de hoje mudou quando nós estávamos com 13 a 8 no terceiro set e o Bruno entrou e fez ótimos bloqueios e levantamentos?, elogiou o adversário.

O levantador resumiu de maneira mais simples sua participação. ?Os poloneses jogaram muito bem nos dois primeiros sets e nós estávamos um pouco abatidos. Quando entrei no terceiro, o Serginho olhou pra mim e disse que era hora de agitar a partida, e foi o que eu tentei fazer?, comentou Bruninho. ?Sabemos que não estamos fazendo uma Copa do Mundo como esperávamos, mas estamos na briga pela classificação e isso é o mais importante?.

Com os resultados deste sábado, o Brasil permaneceu no terceiro lugar da tabela geral da Copa e agora só depende de si para ficar entre os três primeiros e obter a classificação para os Jogos de Londres-2012 - poloneses e russos já carimbaram seus passaportes. Uma vitória por 3 a 0 sobre o Japão no jogo deste domingo, às 7h20, será suficiente para a seleção obter seu principal objetivo. Em caso de vitória por 3 a 1, 3 a 2 ou derrota, a equipe precisará torcer para o Irã contra a Itália, que tem a mesma pontuação dos brasileiros, mas está atrás nos critérios de desempate.

Fonte: uol.com