F1: Button faz 1ª pole na McLaren; Massa é o 14º no GP da Bélgica

F1: Button faz 1ª pole na McLaren; Massa é o 14º no GP da Bélgica

Imbatível no Q3, britânico garante com tranquilidade o primeiro lugar no grid do GP da Bélgica. Brasileiros são eliminados no Q2. Alonso larga em 6º

GP de Mônaco, maio de 2009. O carro? O branco com detalhes verde fluorescentes da Brawn. Esta tinha sido a última vez que Jenson Button havia conquistado uma pole position na Fórmula 1. Mas no treino classificatório para o GP da Bélgica, em Spa-Francorchamps, o britânico enfim acabou com o jejum.

Soberano, anotou o tempo de 1m47s573 e largará na posição de honra pela primeira vez na McLaren, escuderia que defende desde 2010. Ele tem mais sete poles na carreira, duas pela BAR, uma pela Honda e quatro pela Brawn, time pelo qual foi campeão mundial de 2009. Quem também conseguiu um feito inédito foi Kamui Kobayashi. Dono do segundo tempo do dia (1m47s871), o japonês da Sauber nunca largou na primeira fila. Pastor Maldonado (Williams) e Kimi Raikkonen (Lotus) formam a segunda fila. Logo atrás, vem a Sauber de Sergio Pérez, seguida pela Ferrari de Fernando Alonso, líder do campeonato.

Se no último GP, na Hungria, Felipe Massa e Bruno Senna avançaram juntos à superpole pela primeira vez na temporada, desta vez os brasileiros foram eliminados no Q2 e ficaram de fora das dez primeiras posições no grid. Um mau recomeço para a dupla que busca engrenar na parte final da temporada. Massa ficou com o 14º tempo, enquanto Bruno foi apenas o 17º.

Quem também caiu no Q2 foi o heptacampeão Michael Schumacher, que completa 300 GPs na F-1 neste fim de semana. O alemão foi o 13º. Seu compatriota Sebastian Vettel também decepcionou. Fez o 11º tempo, mas larga em décimo porque ganha o lugar do parceiro de RBR, Mark Webber, que perdeu cinco posições por trocar de câmbio, e parte em 12º.

Rosberg decepciona

Se o fim de semana já não estava bom para Nico Rosberg, ficou ainda pior. Punido com a perda de cinco posições no grid por trocar da Mercedes, o alemão foi a grande decepção do Q1. Com o 18º tempo, não avançou à segunda parte da sessão e, em razão da penalização, terá que largar na penúltima colocação.

Além de Rosberg, ficaram de fora do Q2: Heikki Kovalainen e Vitaly Petrov (Caterham); Timo Glock e Charles Pic (Marussia); e Pedro de la Rosa e Narain Karthikeyan (HRT). Os brasileiros passaram com tranqüilidade. O melhor tempo desta parte do treino ficou com Pastor Maldonado, com 1m18s993.

Brasileiros são eliminados

Em sua primeira tentativa de volta rápida no Q2, Bruno escapou de traseira com Williams na curva de alta Pouhon. Mas mostrou categoria para recuperar o controle do carro em uma manobra digna de campeonatos de ?drift?. Bruno seguiu para os boxes e chegou a voltar para a pista no fim da sessão, mas não fez um bom tempo e ficou apenas em 17º. Massa também não conseguiu se classificar para a superpole e ficou com o 14º tempo. Os outros eliminados foram: Sebastian Vettel (RBR), Nico Hulkenberg (Force India), Michael Schumacher (Mercedes), Jean-Eric Vergne e Daniel Ricciardo (STR). O mais rápido do Q2 foi Button, com 1m47s654, seguido por Pérez e Raikkonen.

Button imbatível na superpole

Mais veloz no Q2, Button foi dominante na parte final da classificação. Logo com quatro minutos, anotou o tempo de 1m47s686, que já seria suficiente para garantir o primeiro lugar no grid. Os adversários tentavam bater o tempo do britânico, mas passavam longe. Com o cronômetro zerado, o campeão mundial de 2009 baixou ainda mais sua marca, cravou 1m47s573 e provou que o sábado era dele.

Confira o grid de largada para o GP da Bélgica, 12ª etapa da temporada:

1 - Jenson Button (ING/McLaren-Mercedes) - 1m47s573

2 - Kamui Kobayashi (JAP/Sauber-Ferrari) - 1m47s871

3 - Pastor Maldonado (VEN/Williams-Renault) - 1m47s893

4 - Kimi Raikkonen (FIN/Lotus-Renault) - 1m48s205

5 - Sergio Perez (MEX/Sauber-Ferrari) - 1m48s219

6 - Fernando Alonso (ESP/Ferrari) - 1m48s313

7 - Lewis Hamilton (ING/McLaren-Mercedes) - 1m48s394

8 - Romain Grosjean (FRA/Lotus-Renault) - 1m48s538

9 - Paul di Resta (ESC/Force India-Mercedes) - 1m48s890

10 - Sebastian Vettel (ALE/RBR-Renault) - 1m49s722

11 - Nico Hulkenberg (ALE/Force India-Mercedes) - 1m49s362

12 - Mark Webber (AUS/RBR-Renault) - 1m48s392*

13 - Michael Schumacher (ALE/Mercedes) - 1m49s742

14 - Felipe Massa (BRA/Ferrari) - 1m49s588

15 - Jean-Eric Vergne (FRA/STR-Ferrari) - 1m49s763

16 - Daniel Ricciardo (AUS/STR-Ferrari) - 1m49s572

17 - Bruno Senna (BRA/Williams-Renault) - 1m49s958

18 - Heikki Kovalainen (FIN/Caterham-Renault) - 1m51s739

19 - Vitaly Petrov (RUS/Caterham-Renault) - 1m51s967

20 - Timo Glock (ALE/Marussia-Cosworth) - 1m52s336

21 - Pedro de la Rosa (ESP/HRT-Cosworth) - 1m53s030

22 - Charles Pic (FRA/Marussia-Cosworth) - 1m53s493

23 - Nico Rosberg (ALE/Mercedes) - 1m50s181*

24 - Narain Karthikeyan (IND/HRT-Cosworth) - 1m54s989

Fonte: GloboEsporte.com