F1: Button é o único que ameaça tirar o bicampeonato de Vettel

F1: Button é o único que ameaça tirar o bicampeonato de Vettel

O espanhol Fernando Alonso, da Ferrari, que luta pelo vice desta temporada, foi o segundo colocado, a 174 milésimos do piloto da McLaren

Jenson Button andou bem nesta sexta-feira e dominou amplamente os dois treinos livres para o GP do Japão, no circuito de Suzuka. Ele é o único piloto que ameaça tirar o bicampeonato de Sebastian Vettel em 2011. Após ser o melhor pela manhã, o inglês repetiu a dose à tarde, marcou 1m31s901 e foi o único a baixar da casa de 1m32s. O espanhol Fernando Alonso, da Ferrari, que luta pelo vice desta temporada, foi o segundo colocado, a 174 milésimos do piloto da McLaren.

Próximo do bi, Vettel foi regular nas duas sessões e terminou em terceiro em ambas. No acumulado do dia, ele foi 194 milésimos mais lento que Button. Apesar disso, o dia não passou sem sustos para o alemão da RBR, algo raro neste ano. Perto do fim do treino da manhã, o líder do campeonato cometeu um erro na saída da Curva Degner 1 e acertou de leve a barreira de pneus, danificando a asa dianteira. Depois, ficou desesperado com o resgate do carro na área de escape.


Button mantém domínio e fecha o dia na frente no Japão. Vettel é o terceiro

Também na briga pelo vice-campeonato, Mark Webber, companheiro de Vettel, foi o quarto. O outro candidato à posição, Lewis Hamilton, da McLaren, não terminou bem o dia e ficou apenas em oitavo, a mais de um segundo do tempo marcado pelo companheiro Button. O inglês passou o segundo treino mais preocupado em achar um bom acerto para a corrida do domingo em Suzuka.

Felipe Massa, companheiro de Alonso na Ferrari, melhorou em relação à manhã e marcou o quinto tempo. Ele foi o melhor brasileiro da sexta-feira em Suzuka, a pouco mais de meio segundo de Button. O time italiano se concentrou em avaliar novidades aerodinâmicas para o GP do Japão e também para o modelo de 2012, que promete ser revolucionário, de acordo com os dirigentes. A mais evidente delas era uma asa dianteira com laterais com desenho mais radical.

Após avaliar a nova carenagem da Renault-Lotus pela manhã, Bruno Senna não teve uma boa tarde. Ele rodou no início do segundo treino livre e danificou seu jogo de pneus macios. Com isso, foi apenas o 14º, cinco posições atrás do companheiro russo Vitaly Petrov, o nono. Já Rubens Barrichello, da Williams, marcou o 19º tempo após bater forte na saída da Degner 1. O venezuelano Pastor Maldonado foi o 22º após ter novamente problemas e parar seu carro na pista.


Button mantém domínio e fecha o dia na frente no Japão. Vettel é o terceiro

Fonte: Globo Esporte