Campeonato Paulista: Santos derrota Oeste por 2 a 1 e vê fim de jejum de gols do atacante Neymar

Campeonato Paulista: Santos derrota Oeste por 2 a 1 e vê fim de jejum de gols do atacante Neymar

O resultado deixa o Santos na terceira posição da tabela, com 32 pontos,

Depois de passar seis partidas sem fazer gols, Neymar enfim encerrou seu jejum. Neste domingo, o atacante fez o primeiro gol da vitória do Santos sobre o Oeste por 2 a 1, fora de casa, pela 16ª rodada do Campeonato Paulista. Cícero foi o responsável pelo gol de vitória, que saiu nos últimos minutos.

O resultado deixa o Santos na terceira posição da tabela, com 32 pontos, três a menos que o líder São Paulo. Já o Oeste é o 11º colocado, com 19, distante cinco pontos da zona de classificação ao mata-mata do Paulista.

Neymar não marcava desde 10 de fevereiro, em derrota por 3 a 1 para o Paulista, no Pacaembu. Desde então, o atacante passouo em branco em quatro partidas do Campeonato Paulista, além de dois amistosos pela Seleção Brasileira, contra Itália e Rússia.

O camisa 11 deixou sua marca aos 21min, em belo chute da entrada da área que acertou o ângulo esquerdo do Oeste, mesmo com o jogador desequilibrado. Aos 39min, Neymar por pouco não se tornou vilão da partida: o atacante saiu cara a cara com o goleiro Fernando Leal, mas demorou a chutar e a finalização parou na marcação. Na sequência da jogada, o Oeste contra-atacou e empatou com Gilmar, em rebote de defesa de Rafael.

Coube a Cícero evitar que o Santos saísse de Itápolis com um empate. Aos 42min do segundo tempo, Montillo cobrou escanteio, Durval desviou e o meio-campista finalizou para dar a vitória ao time de Muricy Ramalho.

O Santos volta a campo na quinta-feira, em partida contra o ameaçado São Caetano na Vila Belmiro, às 19h30. O Oeste, por sua vez, visita o Linense no sábado, às 18h30.

Ficha técnica

OESTE 1 x 2 SANTOS

Gols

OESTE:

Gilmar, aos 39min do 2º tempo

SANTOS:

Neymar, aos 21min do 2º tempo, e Cícero, aos 42min

OESTE: Fernando Leal; Antônio Carlos (Marcinho Beija-Flor), Dezinho e Ligger; Dedé, Leandro Teixeira (Gilmar), Hudson, Wanderson e Fernandes; Lelê (Jefferson) e Serginho

Treinador: Roberto Cavalo

SANTOS: Rafael; Bruno Peres (Felipe Anderson), Neto, Durval e Guilherme Santos; Renê Júnior, Alan Santos, Cícero e Montillo (Patito Rodríguez); Giva (André) e Neymar

Treinador: Muricy Ramalho

Cartões amarelos

OESTE: Lelê, Fernandes, Antônio Carlos, Hudson e Fernando Leal

SANTOS: Renê Júnior

Árbitro

Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)

Local

Estádio Alfredo de Castilho, em Bauru (SP)

Fonte: Terra