Calouro faz estreia no elenco do Flamengo

Calouro faz estreia no elenco do Flamengo

Lourenço e já vem treinando entre os titulares na chegada ao profissional

Antônio talvez seja o jogador menos conhecido da torcida entre os titulares que estão sendo observados por Rogério Lourenço em Itu. Mas o volante, que é estudante universitário, já é veterano na turma do treinador, que já o convocou para seleção brasileira sub-20 e é só elogios à postura dele dentro e fora de campo. Depois de uma lesão que interrompeu sua carreira, ele começa a ter sua primeira chance entre os profissionais. Centrado nos seus objetivos, ele não se surpreende com tudo que está acontecendo.

- Sempre trabalhei e lutei por isso ? diz Antônio.

Dono de uma personalidade forte, este garoto de 21 anos é inteligente ao ponto de saber analisar sua trajetória e projetar o seu futuro, sempre articulando bem as suas idéias. Criado no bairro de Botafogo, na Zona Sul do Rio de Janeiro, o volante foge um pouco do padrão do jogador brasileiro. Além de saber falar inglês e arranhar um espanhol, Antônio está fazendo faculdade de administração de empresas à distância. Tudo por ter consciência de que a carreira de jogador de futebol é curta.

Talvez por ele ser tão lúcido, Rogério esteja confiante em aproveitá-lo como titular pela primeira vez, sem o garoto jamais ter sido relacionado para qualquer outro jogo profissional anteriormente. Vale ressaltar que Maldonado tem feito um trabalho de reabilitação muscular, mas poderá estar à disposição para enfrentar o Botafogo, dia 14, no Maracanã. Apesar de ser calouro no elenco, Antônio ganhou, inicialmente, a disputa por uma vaga com nomes como Lenon e Rômulo, e disputou todos os treinos em Itu no time principal.

- Ele tem tudo para ter um grande futuro como jogador. Conheço o Antônio há muito tempo e ele tem boas qualidades para um volante: tem bom passe, poder de marcação, posicionamento, pode jogar de primeiro ou segundo homem do meio... E ele também é um garoto que tem uma cabeça boa e ótima conduta profissional. Antônio era para ter sido titular comigo na seleção brasileira sub-20 que foi para o Mundial da categoria, em 2009, mas infelizmente ele acabou fraturando o pé (direito). Como ele está recuperado, eu pedi para ele voltar, pois acredito no que eu já vi dele. Então eu acho que ele vai render ? elogiou o "professor" Rogério Lourenço.

Por enquanto, Antônio ainda está sendo observado pelo treinador. Mas a confiança é uma companheira do volante que chegou a ficar quase um ano parado recuperando-se desta lesão no pé. Por isso, cada passo que ele dá na carreira é calculado e bem administrado, assim como vem sendo ensinado na faculdade.

Fonte: Globo Esporte