Câmera flagra desabafo de R10 após fazer gol: "Isso aqui é Galo"

Câmera flagra desabafo de R10 após fazer gol: "Isso aqui é Galo"

Tricolor paulista sai na frente com Jadson, mas Atlético-MG reage após expulsão de Lúcio, com gols de Ronaldinho Gaúcho e Diego Tardelli

A vibração de Ronaldinho Gaúcho ao marcar o gol de empate do Atlético-MG contra o São Paulo, na partida vencida por 2 a 1, mostrou que a derrota na fase de grupos da Taça Libertadores - para o mesmo adversário - mexeu com o brio do craque. Na ocasião, R10 foi criticado por ter tratado o jogo como um treino, considerando que o time mineiro já estava classificado, e avisou que nas oitavas de final seria diferente. Em campo, ele comprovou o que estava falando. O Atlético-MG mostrou outra postura, principalmente após a expulsão do zagueiro tricolor Lúcio, e largou na frente no mata-mata, mesmo jogando no Morumbi. O gol provocou o desabafo do camisa 10.

- Isso aqui é Galo, é Galo, é Galo, é Galo - repetiu, enquanto corria, como mostra a imagem acima.

A comemoração pareceu ter um sabor especial para o craque. Ao marcar de cabeça, aos 41 minutos do primeiro tempo, Ronaldinho saiu gritando, em disparada, tanto que os companheiros saíram atrás e tiveram de correr para poder abraçá-lo. O atacante Jô demonstrou o mesmo espírito e também gritava, enquanto batia com a mão no peito e no escudo do clube.

A reação se explica pela polêmica em que Ronaldinho se envolveu no duelo anterior entre as duas equipes, quando foi criticado por Rogério Ceni por não ter dado a importância devida ao confronto, que valia a vaga para o São Paulo, mas não interferia na vida do Galo na Libertadores.

Após a partida no Morumbi, Ronaldinho admitiu que a equipe mineira entrou com outro espírito para o jogo desta quarta-feira. No momento do gol de R10, o São Paulo vencia por 1 a 0. Tardelli fez o gol da vitória do Galo, aos 13 minutos do segundo tempo. Os dois voltam a se enfrentar na próxima quarta-feira, às 22h (de Brasília), em Belo Horizonte.

Um empate coloca o Galo nas quartas de final, mas o time pode até perder por 1 a 0 que ainda assim avança. O São Paulo precisa vencer por dois ou mais gols de diferença para ficar com a vaga. Triunfo por um de diferença pode classificar o Tricolor, desde que o placar seja de 3 a 2 em diante.

Fonte: Sportv