Caminha para indisciplina, diz Zinho sobre ausência de Ronaldinho em amistoso de THE

Caminha para indisciplina, diz Zinho sobre ausência de Ronaldinho em amistoso de THE

Diretor de futebol quer conversar com Patricia Amorim sobre indisciplina do atacante

Apesar de toda a expectativa para o amistoso de hoje à noite entre o Flamengo-RJ e a Seleção do Piauí, e do carinho da torcida piauiense com o time carioca, o assunto continua sendo a ausência de Ronaldinho Gaúcho no time. No final da manhã de hoje, o diretor de futebol do Flamengo, o ex-jogador Zinho, falou com a imprensa no hotel onde o time rubro negro está hospedado e desmentiu a informação de que o afastamento de R10 já teria sido decidido. Zinho também descartou desentendimentos entre o técnico Joel Santana e Ronaldinho, mas não descartou punições ao meia-atacante. O dirigente afirmou que o caso encaminha-se para se configurar como indisciplina, já que R10 não comunicou os motivos de não se juntar ao time para a viagem.

?Infelizmente ele passa por um problema familiar por conta do problema de saúde da mãe dele, e não chegou para o embarque. Quando voltarmos ao Rio de Janeiro, vou ouvir as explicações do Ronaldinho. Nada foi decidido ainda e, no momento, ele é jogador do Flamengo. Uma reunião já está marcada para esta sexta feira, e só então definiremos o que será feito. Se for o caso, ele será punido como qualquer atleta?.

O vice de futebol, Paulo César Coutinho, chegou a declarar a torcedores piauienses na porta do hotel que Ronaldinho já estaria afastado do clube, pelo fato de não comparecer para o embarque da equipe para o Piauí. No entanto, Zinho disse que Coutinho precipitou-se. ?Conversei com nosso vice de futebol e pedi para que ele esclarecesse tudo a respeito dessa declaração. Posso adiantar que meu amigo Coutinho exagerou ao dizer isso, acho que por conta dos questionamentos da torcida e do calor do momento?, disse Zinho.

Coutinho atendeu ao pedido de Zinho, e explicou-se. ?Antes de ser membro da comissão técnica, eu sou torcedor. E sabemos que um torcedor pode exceder-se no calor do momento, e foi isso que aconteceu?, disse ele, ressaltando que se sente à vontade para continuar como vice de futebol mesmo depois do episódio.

Zinho elogiou os torcedores piauienses. ?Não percebi hostilidade por parte dos torcedores pelo fato de o Ronaldinho não estar aqui. Pelo contrário: fomos recebidos muito bem. Os torcedores manifestaram a alegria pela presença do Flamengo. Gritavam o nome dos atletas, e até o meu nome. O Flamengo está aqui, com seu elenco principal, e apenas um atleta não veio. No momento, estou mais preocupado com os jogadores que vieram, e com o momento de festa que vai ser esse jogo amistoso?.

Ao ser questionado se uma possível punição a R10 seria aplicada mesmo com o Flamengo devendo R$ 5 milhões de contrato de imagem, Zinho foi incisivo. ?Uma coisa não tem nada a ver com a outra. O clube deve uma parte financeira de seus vencimentos, não negamos isso e estamos trabalhando para pagar. Existe uma organização, um planejamento feito pela comissão técnica e pela direção de futebol, e todos os que fazem parte do clube devem cumprir essas determinações. Se ele cometeu indisciplina, vai haver punição?.

Zinho disse ainda que a equipe não perde em motivação com a ausência de sua principal estrela. ?O Flamengo está acima de todos nós, e é importante ressaltar isso?, finalizou. (D.L.)

Fonte: Dowglas Lima