Campeonato Brasileiro: Com show de Lucas, São Paulo vence por 2 a 0 e Palmeiras sai vaiado do Pacaembu

Campeonato Brasileiro: Com show de Lucas, São Paulo vence por 2 a 0 e Palmeiras sai vaiado do Pacaembu

A última vitória são-paulina em clássico com o Palmeiras havia ocorrido em 1997

Com grande atuação do garoto Lucas, o São Paulo derrotou o Palmeiras por 2 a 0 neste domingo, em clássico disputado no Pacaembu. O meia marcou uma vez e deu o passe para gol de Fernandão no segundo tempo.

Com o resultado, caiu um tabu de 13 anos entre as equipes. A última vitória são-paulina em clássico com o Palmeiras havia ocorrido em 1997, quando Dodô e Aristizábal comandaram a vitória por 4 a 2 no Campeonato Paulista. Além disso, o São Paulo venceu seu segundo clássico no ano, novamente contra o Palmeiras.

Sem Kléber, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, Luiz Felipe Scolari escalou Tadeu ao lado de Ewerthon no ataque do Palmeiras. Valdivia voltou ao time titular, formando o meio de campo com Márcio Araújo, Pierre e Marcos Assunção.

No São Paulo, Sergio Baresi inovou. O técnico interino sacou Dagoberto e adiantou o meia Lucas ao ataque, ao lado de Fernandão. Ilsinho fez sua primeira partida como titular, mas jogando no meio de campo, enquanto Alex Silva, Miranda e Rodrigo Souto formaram o trio de zaga. Jean e Richarlyson apareceram pelas laterais.

Nas arquibancadas esteve presente o técnico da Seleção Brasileira, Mano Menezes, que veio ao Pacaembu observar os jogadores do clássico. O treinador contou com a companhia de Scolari, que foi expulso ainda no primeiro tempo.

Polêmica e pouco futebol

O São Paulo iniciou o jogo buscando mais o ataque, apostando na veloz troca de passes no meio de campo. Aos 5min, o time tricolor levou um susto quando Ilsinho travou a perna esquerda em dividida com Tadeu e retornou a campo minutos depois.

Depois de instantes iniciais com alguma criação, as duas equipes passaram a abusar nos erros de passe e finalização. Aos 14min, Casemiro lançou Lucas na área, e Maurício Ramos chegou preciso no desarme. Dois minutos depois, Ilsinho fez boa jogada no meio de campo e tocou para Jean chutar perigosamente à esquerda do gol de Deola.

Ilsinho, porém, não conseguiu permanecer em campo, sendo substituído por Zé Vitor, que recompôs com Casemiro a dupla de volantes das categorias de base do São Paulo. Enquanto o São Paulo se arrumava, o Palmeiras teve chance de ameaçar aos 21min, em falta com Marcos Assunção, mas a finalização explodiu na barreira.

A cobrança, porém, gerou mais polêmica que o esperado. Felipão reclamou da distância da barreira são-paulina e foi expulso pelo árbitro José Henrique de Carvalho. A partida ficou interrompida por quatro minutos, uma vez que o técnico não queria deixar o gramado e tentava convencer o juiz do contrário.

O jogo reiniciou com novo marasmo. Aos 29min, Tadeu arriscou chute de fora da área e a bola passou em frente ao gol são-paulino, saindo à esquerda. O Palmeiras melhorou no jogo, mantendo a partida em seu campo de ataque. Valdivia chutou da entrada da área após rebote da zaga aos 35min, mas a bola foi fácil para a defesa de Ceni.

Aos 39min, foi a vez de o Palmeiras perder jogador por lesão. Ewerthon se contundiu e deu lugar a Tinga. No minuto seguinte, Lucas teve boa chance em finalização dentro da área, mas o chute saiu ruim, à esquerda de Deola. Os minutos finais do primeiro tempo contaram com a equipe alviverde mantendo a bola no ataque, buscando a bola aérea e vendo a defesa são-paulina afastar os perigos criados.

Lucas brilha

O Palmeiras começou o segundo tempo pressionando a saída de bola do São Paulo, dando trabalho à defesa adversária. Aos 4min, Fabrício aproveitou rebote de cobrança de escanteio e chutou da entrada da área, mas a finalização foi fraca, facilitando a defesa de Ceni. Quem marcou, porém, foi o São Paulo.

Jorge Wagner desviou de cabeça após chutão, e a bola sobrou para Lucas. O garoto chutou de primeira, acertando o ângulo direito de Deola, aos 10min. O Palmeiras voltou a pressionar, e três minutos depois, Ceni espalmou para escanteio cobrança de falta de Marcos Assunção. O goleiro defendeu novamente no minuto seguinte, em cabeçada de Danilo.

Aos 17min, Miranda falhou na bola aérea e deu rebote para Marcos Assunção. O meio-campista chutou forte e Rogério caiu para defender. O jogo ganhou em emoção e, aos 19min, o São Paulo ameaçou em boa jogada de Lucas. Fernandão e Richarlyson, em chutes cruzados, obrigaram Deola a trabalhar.

Lucas apareceu novamente em bonito lance de efeito aos 26min. O garoto tabelou com Fernandão, invadiu a área, "chapelou" Marcos Assunção e só não fez um golaço porque foi travado pela marcação de Vítor. O Palmeiras respondeu dois minutos depois, em cobrança de falta ensaiada em que a bola ficou com Valdivia, mas o chute parou na defesa.

Se não marcou seu segundo gol, Lucas criou a jogada do próximo tento são-paulino. O meia carregou a bola pela direita e deu ótimo passe para Fernandão, que dominou e chutou sem defesa para Deola, aos 31min.

Com a boa vantagem adquirida, o São Paulo passou a controlar o jogo com mais calma, trocando passes no meio de campo. Alex Silva, machucado, e Fernandão, cansado, deixaram o jogo e ajudaram a diminuir o ritmo da partida.

Fonte: Terra, www.terra.com.br