Cannavaro exalta Thiago Silva e não vê Neymar entre os melhores do mundo

Ex-capitão da Itália crê que Messi pode superar Maradona se vencer o Mundial e ironiza a arbitragem na vitória da Seleção sobre Croácia

A esperança da torcida brasileira na conquista do hexa chama-se Neymar. Seja dentro ou fora de campo, o camisa 10 é, sem dúvida, o protagonista da Seleção. Mas no entendimento de um dos homens que mais conhece os caminhos e obstáculos de uma Copa do Mundo, o atacante não é homem-chave para a conquista do Brasil.

No Rio de Janeiro para acompanhar o Mundial, o ex-zagueiro italiano Fabio Cannavaro, capitão da Azurra em 2006, apontou a dupla formada por Thiago Silva e David Luiz como peça fundamental e de suma importância para o sucesso do time de Scolari.

- O mundo está mudando. O Brasil costuma ser famoso por seus atacantes. Agora os zagueiros brasileiros são melhores do que os atacantes. Thiago Silva e David Luiz são dois jogadores fenomenais. O Thiago é muito forte na parte defensiva. O David, por vezes, falha. Mas formam uma bela dupla e são essenciais para o Brasil.

Fabio Cannavaro também olha com carinho para Neymar. Para ele, no entanto, o brasileiro ainda não está entre os melhores do mundo. Nada, porém, que uma Copa do Mundo não possa mudar.

- É um grande jogador. Tem muita qualidade e fez uma grande partida contra a Croácia. Mas ainda não está no nível de um Messi ou de um Cristiano Ronaldo. Para isso, precisa evoluir muito e conquistar títulos. Apesar de jovem, é um jogador que gosta de jogar futebol e se divertir em campo. Mas para ser o melhor, tem que ganhar a Copa no Brasil.
Cannavaro exalta Thiago Silva e não vê Neymar entre melhores do mundo

Opinião parecida, Cannavaro tem sobre Messi. Para o ex-zagueiro italiano, o argentino já provou ser um grande jogador, mas precisa de uma Copa do Mundo para se tornar uma lenda. Fazendo isso, no Brasil, ele poderá superar Maradona, na opinião do melhor do mundo em 2006.

- O Messi é um grande jogador. Mas para ser uma lenda, ele tem que ganhar a Copa. E para ser melhor do que o Maradona, ele tem que ganhar uma Copa aqui no Brasil (gargalhadas). Conhecemos bem a rivalidade entre brasileiros e argentinos.

O Brasil é um time muito forte. Vimos isso na primeira partida. Ver o Brasil jogar é sempre divertido, mas sentimos que eles terão uma enorme pressão para vencer a Copa pelo fato de jogarem em casa. O Brasil jogou muito bem. É claro que teve uma situação com o árbitro (risos). O Brasil não precisa disso para vencer. Vamos ver o que acontece no próximo jogo.

Fonte: Globo Esporte