Cantor Roberto Carlos fala de amor ao Timão

Roberto Carlos já declarou ser palmeirense.

Havia pelo menos um palmeirense no show que celebrou oficialmente o centenário do Corinthians, no Anhembi. Mas ele não estava infiltrado. Era, na verdade, a principal atração da noite desta segunda-feira. O cantor Roberto Carlos, que já declarou torcer pelo Palmeiras em São Paulo (ele se diz vascaíno no Rio de Janeiro), deixou essa paixão de lado para falar de amor aos corintianos.

Antes mesmo de Roberto Carlos subir no palco, os convidados do Corinthians já faziam muita festa no Anhembi. O local estava decorado com troféus, como o do Mundial de Clubes de 2000, e distintivos históricos do clube. E o auditório Elis Regina se transformou em uma verdadeira arquibancada quando a artista Paula Fernandes abriu o show com o hino corintiano, seguido pela exibição de um vídeo com imagens de gols e da torcida. Até uma bandeira foi desfraldada sobre a plateia.



Com esse clima, Roberto Carlos recebeu uma ovação digna de um craque de futebol quando apareceu com um terno branco, tradicionalmente sem gravata, diante do microfone. Agradeceu ao presidente Andrés Sanchez pela oportunidade de cantar no evento e logo fez média com o público. "Quando a gente fala de amor, logo vem à mente a torcida do Corinthians. É quase impossível falar de amor sem se lembrar da torcida do Corinthians", disse.

Roberto Carlos, então, usou boa parte do seu repertório de músicas românticas, capazes de fazer algumas senhoras derramarem lágrimas entre os espectadores. Os homens ficaram igualmente emocionados quando o presidente Andrés Sanchez, Ronaldo, Roberto Carlos (o lateral esquerdo), Dentinho e Elias entraram em cena para fazer com que o cantor voltasse a homenagear o Corinthians.

Ronaldo foi o responsável por entregar um baú com uma série de camisas retro do Corinthians ao músico palmeirense. O atacante ainda brincou ao tentar fazer com que Dentinho cantasse, mas o prata da casa conseguiu se livrar do microfone. Quem assumiu a missão foi Roberto Carlos. "Vou cantar uma música que a torcida do Corinthians já consagrou. Não para, não para, não para...!".

O refrão de "Amigo", que serve de inspiração para os corintianos incentivarem o time, foi o ponto alto do espetáculo. Os convidados se levantaram para cantar com Roberto Carlos a partir de então. Entre eles, estava Dudu Braga - filho do cantor, que, diferentemente do pai, é um fanático torcedor do Corinthians.

Fonte: Terra