Carpegiani pode deixar Rivaldo na reserva no clássico

Meia pode ficar de fora do time após "folgar" contra Treze e Bragantino



O meia Rivaldo desfalcou o São Paulo por apenas duas partidas, mas a ausência pode ser suficiente para perder espaço na equipe titular. Sem o pentacampeão, o Tricolor embalou e venceu fácil Treze e Bragantino. Agora, o técnico Paulo César Carpegiani calcula se vale a pena recolocar o camisa 10 na formação principal.

- O Rivaldo pode somar muito ao grupo. Contava muito com ele. Mas, no futebol, acontecem coisas que você não pode prever ali na frente. Não posso jogar com 12. Se pensar em modificar, vou provar nos treinos. Se chegar à conclusão de que vai pesar no conjunto, vou decidir com o próprio Rivaldo e meu time.

Rivaldo estava entregue ao departamento médico, por conta de uma contratura na coxa direita. Neste tempo, Lucas voltou ao São Paulo e tomou conta do meio-campo, enquanto Carpegiani optou por um esquema com três zagueiros. Para desfazer a tática, o técnico quer ter certeza de que o time apresentará evolução.

- Hoje tenho uma equipe firme atrás, que recupera a bola fácil e é veloz, envolvente. Gostei da minha equipe sob vários aspectos. Para modificar isso, eu tenho que ter um ganho. Preciso ser realista e profissional.

Na próxima rodada, o São Paulo terá o clássico contra o Palmeiras, no Morumbi, pelo Campeonato Paulista. Rivaldo deve voltar a treinar com o grupo na terça-feira (22), mas Carpegiani parece ter encontrado a escalação ideal sem o pentacampeão.

- No futebol, muitas vezes você acerta a equipe no estalo. Com o Flamengo de 81, eu assumi e comecei a fazer modificações. Depois seis ou sete alterações, vencemos o Botafogo por goleada. Em alguns casos, o treinador não tem mais a força de tirar determinado jogador. É o caso do Lucas. O que posso dizer é que vamos usar o grupo da melhor maneira possível, mas conscientemente.

Fonte: R7, www.r7.com