Ceará vence, sai da zona de risco e deixa Avaí em 19ª

Ceará vence, sai da zona de risco e deixa Avaí em 19ª

Com o resultado, a equipe cearense subiu para a 16ª colocação, agora com 35 pontos

Em duelo da parte inferior da tabela, o Ceará venceu o Avaí por 2 a 1 em pleno Estádio da Ressacada, em jogo válido pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, a equipe cearense subiu para a 16ª colocação, agora com 35 pontos. Já o time catarinense continua na 19ª posição, com 30 pontos.

A vitória fora de casa, apenas a segunda do time na competição, tirou o Ceará da zona do rebaixamento, empurrando o Cruzeiro, que perdeu de 5 a 1 para o Flamengo, para a 17ª posição. A distância entre os dois clubes é de apenas um ponto, com um confronto direto na 37ª rodada, em Fortaleza.

Na próxima rodada, as duas equipes enfrentam times paulistas. O Ceará recebe o Santos, no Presidente Vargas, no domingo. Já o Avaí encara o São Paulo no Morumbi, no sábado.

O jogo

Com 67 gols contra, o Avaí provou porque tem a pior defesa do campeonato logo aos 3min. O volante Juca aproveitou o espaço livre e chutou. Felipe espalmou para o lado. Aos 5min, o time da casa tramou boa jogada: Robinho passou para Lincoln, que deu um bonito cruzamento para Cléverson. O atacante cabeceou mal e desperdiçou a oportunidade.

Aos 14min, Fernandinho cruzou e Vicente completou para a própria meta; Fernando Henrique salvou o gol contra. No minuto seguinte, o Ceará contra-atacou; Felipe Azevedo partiu e achou Thiago Humberto sozinho. O meia dominou dentro da área e só tirou do goleiro Felipe, abrindo o placar e marcando seu quarto gol no campeonato, aos 15min da etapa inicial.

Mesmo com a vantagem, os visitantes continuaram atacando. Aos 20min, Thiago Humberto recebeu no meio e disparou uma bomba com a direita. A bola ainda desviou no meio e obrigou Felipe a fazer uma excelente defesa.

O Avaí seguiu no ataque, mas esbarrou na falta de qualidade técnica. Aos 23min, Cléverson escapou pela direita, mas cruzou na mão do goleiro. Logo depois, Fernandinho recebeu na esquerda e chutou forte; a bola passou raspando o travessão. Com as duas chances contra, os cearenses começaram a valorizar o toque de bola e as oportunidades para os dois lados escassearam.

Abusando dos erros de passes, os jogadores e o técnico do Avaí receberam vaias da torcida presente na Ressacada. Com a derrota provisória, o time catarinense ficava seis pontos atrás do Cruzeiro, o primeiro fora da zona do rebaixamento.

Com Caique no lugar de Daniel, o Avaí voltou do intervalo buscando marcar um gol rapidamente. Aos 4min, Caique chutou e obrigou Fernando Henrique a fazer uma boa defesa. Um minuto depois, Fernandinho chutou cruzado e Cléverson, sozinho, se esticou todo, mas não conseguiu empurrar para o gol.

Exposto, o time da casa levou novo contra-ataque mortal. Daniel Marques cruzou da direita, a zaga se atrapalhou e a bola sobrou para Felipe Azevedo, que finalizou no canto esquerdo e ampliou para o Ceará. Com a vitória em Santa Catarina e a derrota do Cruzeiro contra o Flamengo, o time nordestino saia da zona de rebaixamento.

Vaiado, o Avaí conseguiu se recompor aos 15min, quando Caique, cruzou com a canhota e William, de cabeça, balançou a rede de Fernando Henrique, diminuindo a vantagem. Aos 18min, o meia Lincoln chutou de longe e o goleiro cearense apenas encaixou. A oportunidade mais clara do time da casa aconteceu aos 25min: Fernandinho disparou pela esquerda e cruzou na cabeça de Cléverson, que tirou demais do goleiro e a bola passou próxima à trave direita.

Aos 39min, Bruno pegou sobra e chutou de longe para fora. Bruno, aos 42min, tentou em novo chute, mas novamente Fernando Henrique impediu. No final da partida, Cléverson cruzou da esquerda e William cabeceou forte. O goleiro do Ceará fez linda defesa e garantiu a vitória que tirou o time da zona do rebaixamento.

Ficha técnica

AVAÍ 1 x 2 CEARÁ

Gols

AVAÍ: William, aos 15min do segundo tempo

CEARÁ: Thiago Humberto, aos 15min do primeiro tempo e Felipe Azevedo aos 12min do segundo tempo

AVAÍ: Felipe; Daniel (Caique), Caçapa, Gian e Fernandinho; Bruno, Pedro Ken (Marcos Paulo), Robinho (Anderson Lessa), Lincoln; Cléverson e William

Treinador: Toninho Cecílio

CEARÁ: Fernando Henrique; Boiadeiro, Fabrício, Daniel Marques e Vicente (Edmilson); Juca, João Marcos, Eusébio e Thiago Humberto (Leandro Chaves); Washington e Felipe Azevedo (Osvaldo)

Treinador: Dimas Filgueiras

Cartões amarelos

AVAÍ: Gian

CEARÁ: Thiago Humberto, Fernando Henrique, Fabrício e Leandro Chaves

Árbitro

Gutemberg de Paula Fonseca (RJ)

Local

Estádio da Ressacada, em Florianópolis (SC)

Fonte: Terra