Celso Roth está satisfeito com Internacional

Treinador não entregou lista de pedidos de contratações à direção do clube

Celso Roth se mostrou à vontade no início de sua terceira passagem pelo clube do Inter, o treinador encara a chance como uma oportunidade ímpar em sua carreira.

Além de pegar um time na semifinal da Libertadores, assume o comando de uma equipe qualificada, como ele mesmo afirmou em sua apresentação.

- O Inter tem um dos melhores, se não o melhor, grupo do Brasil. Tenho trabalhado com grupos mais carentes.

Com um jogadores de qualidade para trabalhar, Roth chega ao Beira-Rio sem uma lista de pedidos de contratações para entregar à direção.

- Tem as suas deficiências. O Inter tem um potencial muito grande, e a intenção é trabalhar com esse grupo. O Inter antes da minha chegada já havia trabalhado algumas contratações, que são de alto nível.

Antes mesmo da chegada do novo treinador, o Colorado acertou a contratação de dois reforços, o meia Tinga e o goleiro Renan.

Por enquanto a dupla não pode jogar pela Libertadores, pois a janela de transferências para jogadores no exterior só será aberta após o início da semifinal contra o São Paulo.

O clube tenta, através do Sindicato dos Jogadores Profissionais do Rio Grande do Sul, uma limitar possibilitando a inscrição dos atletas, pois, na visão do sindicato, eles estão sedo proibidos e de exercerem a profissão. O atacante Rafael Sóbis, também, pode chegar.

Ao ser questionado sobre a ausência de um grande título em seu currículo, o substituto de Jorge Fossati ressaltou para seus trabalhos realizados em relação às expectativas criadas.

Roth afirmou ter sempre assumido times limitados e o bom desempenho nos primeiros dias sob o seu comando criam uma expectativa muito grande.

Um dos catalisadores para a saída de Celso Roth do Grêmio, no ano passado, foi ter priorizado a Libertadores e perdido clássicos Gre-Nais.

No Colorado, ele estará divido entre o Torneio Continental e o Campeonato Brasileiro. O discurso adotado é diferente da atitude de 2009.

- O Inter tem que se preparar para as duas coisas, dentro de um equilíbrio. A intenção é a força máxima nos dois.

O trabalho propriamente dito de Roth começará na sexta-feira (18), quando o time Colorado se reapresenta para o início da intertemporada.

Fonte: R7, www.r7.com