Ceni dá sinal ao SP que irá renovar, mas plano de ir aos EUA gera dúvida

Em conversas com dirigentes, não falou categoricamente que pretende renovar o contrato

Rogério Ceni deu na última quarta-feira significativo sinal à diretoria do São Paulo de que deve desistir da aposentadoria no fim deste ano. Em conversas com dirigentes, não falou categoricamente que pretende renovar o contrato, mas se mostrou engajado com o planejamento do clube para 2014 e passou a impressão de que não irá parar de jogar neste momento. Ceni, no entanto, gera dúvidas na cúpula tricolor, porque ao mesmo tempo em que dá sinais positivos, acelera iniciativas para estabelecer a vida em Miami, nos EUA.


Ceni dá sinal ao SP que irá renovar, mas projeto em Miami gera dúvida

Nas conversas com a diretoria nesta quarta-feira, Ceni falou sobre os problemas e apontou aquilo que deveria ser corrigido para 2014. Conversou sobre montagem da equipe e deu sinais de que fará parte do time na próxima temporada.

Há no São Paulo quem diga que o presidente Juvenal Juvêncio já sabe qual será a decisão de Rogério Ceni. Outros, no entanto, afirmam que nem o goleiro sabe o que fará em 2014.

Na semana passada, Rogério Ceni comentou sobre o projeto de viver em Miami com dirigentes do São Paulo. O goleiro tem uma casa na cidade, na qual costuma passar as festas de fim de ano, e pensa em viver no local por determinado período quando parar de jogar futebol, e antes de se dedicar a outra atividade profissional. Nos últimos dias Rogério comentou sobre tirar habilitação internacional para dirigir, porque pretendia comprar um carro para deixar em Miami.

Quem ouve tal comentário do goleiro fica em dúvida em relação à decisão do capitão. Ao mesmo tempo que comenta sobre o planejamento de 2014, e se mostra participativo, fala sobre estabelecer a vida em Miami, para que possa se mudar para os EUA.

O anúncio da decisão de Ceni é esperado para os próximos dias. O goleiro prometeu à diretoria de que tomaria a decisão antes do fim da temporada, para que o clube pudesse se planejar para 2014, e colocou o dia 7 de dezembro ? próximo sábado ? como data limite para fazer o anúncio.

Nos últimos dias a expectativa é para que o goleiro faça o anúncio por meio de uma nota oficial no site do clube, no sábado. Ele não comentou sobre abrir o treino de sábado à imprensa para que conceda uma entrevista coletiva no CT da Barra Funda.

Aos 40 anos, Rogério Ceni estava decidido pela aposentadoria no fim de 2013. O goleiro repensou a ideia por conta dos momentos ruins vividos no São Paulo neste ano, dentro e fora de campo. Ele não quer que a última temporada seja aquela em que o clube brigou contra o rebaixamento e viveu a pior crise da história. Também neste ano, teve atritos públicos com o técnico Ney Franco e com o ex-diretor de futebol Adalberto Baptista, e ainda viu Paulo Autuori, a quem admira, ser demitido do comando ao afundar com o São Paulo na zona de rebaixamento do Brasileirão.

Independentemente de se aposentar agora ou no fim do ano que vem, Rogério pensa que Denis é seu sucessor natural, e já passou o recado à diretoria. O capitão crê que o companheiro desde 2009 é o melhor para substitui-lo. Ceni não quer que o São Paulo invista em contratações para a posição.

A ideia de Ceni para quando parar de jogar, agora ou em dezembro de 2014, é estudar para se tornar treinador. O goleiro flerta com a ideia, que amadureceu em 2012, quando viajou à Espanha e acompanhou treinos no Real Madrid e no Barcelona, onde amadureceu o pensamento de seguir carreira no futebol no banco de reservas.

Fonte: UOL