Chicão torce tornozelo e vira dúvida contra o Santos

Jogador sentiu dores no local após dividida com Romarinho e precisou de atendimento médico no gramado

O zagueiro Chicão deu um susto na comissão técnica do Corinthians no treinamento desta segunda-feira, no CT Joaquim Grava. O jogador torceu o tornozelo direito em uma dividida e precisou deixar a atividade. Em entrevista, o médico do Timão, Ricardo Galotti, disse que o defensor já apresenta uma evolução no quadro, mas ainda não pode ser confirmado na partida contra o Santos, quarta-feira, às 21h50m, no Pacaembu, pelas semifinais da Taça Libertadores.

- Ele saiu com muita dor, mas nos vestiários já havia melhorado. Vamos fazer tratamento intensivo, já entramos com o medicamento e vamos aguardar a evolução. Se ele reagir bem, poderá treinar na terça. Mas ainda não dá para garantir que ele vá jogar.

O lance ocorreu na segunda parte da atividade tática em campo reduzido. Chicão dividiu com o atacante Romarinho e caiu no gramado, precisando de atendimento imediato do médico Ricardo Galotti. A preocupação no momento foi grande. Outros jogadores se aproximaram para saber a gravidade do problema.

Chicão deixou o trabalho logo em seguida e passou a fazer tratamento nos vestiários. O corpo clínico do Timão, porém, não acredita que seja algo grave. Ele continuará sendo observado nas próximas horas para decidir se poderá participar do treino de terça-feira, o último antes do confronto decisivo.

Caso o zagueiro não possa atuar, o técnico Tite tem duas opções para o setor. Após cirurgia no tornozelo esquerdo, Wallace já está liberado - ele entrou no segundo tempo do duelo na Vila Belmiro. Outra alternativa é o garoto Marquinhos, sempre muito elogiado pelo comandante.

O lateral-esquerdo Fábio Santos ficou fora da atividade desta segunda. O jogador sente dores na coxa direita desde a partida contra o Peixe e, no domingo, voltou a reclamar de um desconforto no local. Por isso, acabou preservado pela comissão, mas deve atuar normalmente na quarta



Fonte: Globo Esporte