Choro de mãe faz Neymar colocar os pés no chão

Choro de mãe faz Neymar colocar os pés no chão

Todos reprovaram a atitude do prodígio

Entre quarta e quinta-feira, o atacante Neymar, do Santos, viveu um turbilhão. Foi execrado por causa do seu grave ato de rebeldia contra a autoridade do técnico Dorival Júnior, na última quarta-feira, durante jogo contra o Atlético-GO, na Vila Belmiro. O camisa 11 discutiu asperamente e insultou o técnico. Desde seus companheiros de clube até o técnico da Seleção Brasileira, Mano Menezes, todos reprovaram a atitude do prodígio. Mas foi o choro de sua mãe, Nadine, que fez o garoto acordar para a bobagem que havia feito.

A reunião que decidiu pela punição ao jogador, na última quinta-feira, foi realizada no apartamento da família Neymar, no bairro do Embaré, em Santos. Ele foi multado em 30% de seus salários. De acordo com um dos participantes do encontro, Nadine, acostumada a ver o filho sempre sorridente, disse que não conseguia reconhecê-lo naquele garoto que esbravejava em campo com o técnico e o capitão do time, Edu Dracena. O jogador até usou essa imagem em seu discurso de pedido de desculpas, num curto pronunciamento no CT Rei Pelé:

- O Neymar de verdade não é o Neymar de ontem. O Neymar de verdade é o da alegria, com sorriso na cara, alegre e feliz - disse.

As repercussões vieram de todos os lados. Jornais europeus e dos Estados Unidos destacaram a rebeldia do jogador. Muitos torcedores, que tinha em Neymar um xodó, se viraram contra ele. Primeiro na Vila Belmiro, logo após a partida, quando gritaram o nome de Dorival, mostrando de que lado estavam. Depois, nas ruas. Um comerciante de Santos pendurou em frente à sua padaria uma faixa repudiando a atitude do atleta.

Entre os jogadores santistas, a imagem de Neymar também ficou bastante arranhada. O atacante foi repreendido no vestiário, logo após o jogo contra o Atlético-GO, por alguns companheiros. Um dos auxiliares de Dorival Júnior, Ivan Izzo, deu uma sonora bronca no camisa 11, que ouviu tudo calado. O ar era de indiferença. Em seguida, Neymar foi ao Twitter. Disse que estava tudo bem: "Tamo junto, professor". Não estava. Dorival, magoado, disse depois que jamais havia sido tão desrespeitado. A estrela do Peixe só teve a real percepção do estrago no dia seguinte, com as repercussões negativas e a reação de sua mãe.

Peixe exige autonomia para cuidar do garoto

Na reunião no apartamento de Neymar, ficou decidido que o clube vai cuidar do gerenciamento da carreira e da imagem do jogador. Ele tem um estafe numeroso, mas o Peixe exige que seus profissionais sejam responsáveis pelas orientações sobre como o atacante deve se portar em entrevistas, eventos públicos e até no Twitter. Para a diretoria santista, o mau comportamento de Neymar prejudica a imagem do clube. Na próxima semana, um psicólogo começará a atuar na Vila Belmiro. Estará à serviço do Departamento de Futebol, mas terá um trabalho específico de orientação à jovem estrela .

Neymar não deu um motivo específico para o seu destempero, mas a diretoria acredita que o garoto tenha se deslumbrado com a fama rápida, o estrelato. O próprio pai do atleta corrobora essa tese.

- Ele tem apenas 18 anos e está com um enorme peso sobre os ombros. É muita responsabilidade que estão colocando sobre um garoto. Claro que o Neymar errou, mas não podemos crucificá-lo - disse Neymar da Silva Santos.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com