Ciclistas passal mal em mundial devido sol forte e calor de 40ºC

As temperaturas no Catar em outubro são muito altas

Através das redes sociais, amantes do ciclismo do mundo todo e esportistas têm criticado a União Ciclística Internacional (UCI) por promover o Campeonato Mundial da modalidade estrada em Doha, no Catar, no mês de outubro, quando as temperaturas ainda são muito altas, em torno de 40 graus. Essas críticas foram alimentadas por colapsos que dois atletas sofreram nesta semana por lá. 

Primeiro, o belga Enzo Wouters precisou ser amparado por seu colega de equipe Guillaume Seye, que disse que, durante a prova, viu seu companheiro "ficar fraco". Ele desmaiou após competir por 3h15 debaixo do sol do deserto catari na categoria sub-23. O jovem de 20 anos terminou a prova três minutos depois do vencedor Krisoffer Halvorsen, da Noruega, em um percurso de 166km. O atleta só ficou recuperado após receber fluídos na veia e tomar banho de gelo, mas disse não conseguir se lembrar do que aconteceu antes de apagar, bem depois de cruzar a linha de chegada.

- Imediatamente após o término da prova, eles jogaram água e gelo em mim, mas eu já estava tremendo. De qualquer forma, não tenho lembranças do que ocorreu depois da linha de chegada - falou ao site especializado "Cycling News".


Enzo Wouters passou mal após competir por mais de três horas
Enzo Wouters passou mal após competir por mais de três horas


Fonte: globoesporte.com