Cigano castina americano e vence luta no UFC Croácia

Lutador se redimiu do nocaute sofrido para Alistair Overeem

Com três brasileiros em ação neste domingo (10) no UFC Croácia, o País deixou o octógono com dois terços de aproveitamento em edição que ficou marcada pelos ares de redenção conquistados pelos nossos atletas. Em má fase na carreira, 'Cigano' e 'Mineiro' agora respiram mais aliviados após baterem, respectivamente, Ben Rothwell e Robert Whiteford e, ao menos momentaneamente, apagarem a má impressão das últimas apresentações.

O destaque do dia ficou por conta de Cigano, que se redimiu do nocaute sofrido para Alistair Overeem em dezembro do ano passado e voltou a vencer um top cinco da categoria com uma atuação de gala. Mais ágil e veloz, o brasileiro dominou o ritmo das ações desde o início e, apesar de ceder o domínio do octógono para o rival, se movimentou de forma a sempre escapar de seus ataques pelas laterais.

Ex-campeão dos pesados, o brasileiro travou primeiro round equilibrado em que passou cinco minutos obrigando rival a andar e, sempre que possível, minou seus rins com jabs e cruzados. Ao ver que o Ben estava mais lento na segunda etapa, Cigano passou a contra golpear com mais contundência e, com overhands, impôs pressão suficiente para cortar o rosto do americano, que quase sucumbiu no final do assalto.

Cigano venceu por pontos (Crédito: Getty)
Cigano venceu por pontos (Crédito: Getty)

A partir daí a luta foi toda do brasileiro, que abusou da sua melhor movimentação para andar por todo o octógono e golpear a cada vacilo de Rothwell, que ao término do terceiro round já estava com o rosto bastante avariado. Ritmo este que se manteve igual até o final e terminou por garantir uma tranquila vitória por pontos para o lutador que parecia desacreditado após alguns tropeços na carreira.

"Acho que fiz a estratégia certa. Não poderia ir para cima dele, é muito grande. Tive que usar meu jogo de pernas e meu boxe. Gente, esqueçam jiu-jitsu ou wrestler, eu sou um boxeador [risos]", bradou no microfone.

Brasil em ação

Uma luta antes do main event em Zagreb, o veterano Gabriel 'Napão' encarou o agressivo Lewis e, apesar de começar melhor, quando derrubou e trabalhou no ground and pound, permitiu que o americano levantasse, o que selou o destino do combate. Mais forte e melhor em pé, o gigante apenas esperou que o rival diminuísse o ritmo até que seus golpes (verdadeiras bombas) começassem a entrar. E não demorou muito para que um cruzado colocasse o ex-desafiante ao título dos pesos-pesados no chão ainda no primeiro round.

Com quatro derrotas em suas cinco últimas lutas, Napão atravessa o pior momento de sua carreira e, aos 36 anos e com cartel de 17 vitórias e 11 derrotas, é forte candidato a se aposentar dos octógonos em breve. Possibilidade, aliás, não descartada pelo atleta em dezembro passado, dias antes de conquistar sua última vitória, em Las Vegas (EUA).

Ainda no card preliminar, Mineiro bateu Robert Whiteford por decisão dividida em apresentação conservadora em que preferiu, ao contrário de seu estilo habitual, pontuar round a round e dominar o centro do octógono sem lançar mão de um grande volume de golpes. Apesar do perigo da estratégia – o brasileiro venceu por decisão dividida -, o triunfo chegou em excelente hora uma vez que atleta da Chute Boxe vinha de duas derrotas seguidas na organização.

Confira os resultados completos do UFC Croácia:

Junior 'Cigano' venceu Ben Rothwell por pontos;
Derrick Lewis nocauteou Gabriel 'Napão' no 1º round;
Francis Ngannou venceu Curtis Blaydes por interrupção médica;
Timothy Johnson venceu Marcin Tybura por decisão unânime;
Jan Błachowicz venceu Igor Pokrajac por decisão unânime;
Maryna Moroz venceu Cristina Stanciu por decisão unânime;
Zak Cummings venceu Nicolas Dalby por decisão unânime;
Alejandro Pérez finalizou Ian Entwistle no 1º round;
Mairbek Taisumov nocauteou Damir Hadžović no 1º round;
Damian Stasiak finalizou Filip Pejić no 1º round;
Lucas 'Mineiro' venceu Robert Whiteford por decisão dividida;
Jared Cannonier nocauteou Cyril Asker no 1º round;
Bojan Veličković venceu Alessio Di Chirico por decisão unânime

Fonte: Com informações do Uol.